segunda-feira, 26 de maio de 2008

CLUBE DA LUTA - UM CLÁSSICO.

As vezes nos sentimos aprisionados e reprimidos em prol de condições favoráveis na sociedade. Constantemente lançamo-nos contra nosso desejos e instintos básicos. Parece que colocamos todos os nosso desejos em lugares recônditos de nossa alma e tentamos agir conforme nossas regras sociais. Quando o homem realmente se tornará um indivíduo soberano de si frente as necessidades da sociedade capitalista?

Vários filmes tentaram retratar essas angústias do homem, dentre estes filmes podemos destacar o filme clube da luta.

Jack (Edward Norton) é um executivo que trabalha como investigador de seguros de uma grande montadora de automóveis. Ele vive driblando suas crises de insônia, extravasa sua ansiedade em sessões de terapia grupal, ao lado de gente com câncer, tuberculose e outras doenças, pois é só no meio de moribundos que Jack se sente vivo e assim consegue dormir. Sua alegria só é interrompida pela chegada de Marla Singer (Helena Bonham Carter), uma viciada em heroína com idéia fixa de suicídio. Repentinamente entra na sua vida Tyler Durden (Brad Pitt), um cara ainda mais maluco que Jack. Eles se conhecem em um vôo e mal se falam, mas quando o apartamento de Jack explode misteriosamente ele vai morar com Tyler, que vive em uma mansão caindo aos pedaços. Tyler lhe oferece uma perigosa alternativa: por à prova seu instinto animalesco em combates corporais.

Para Nietzsche o homem moderno esta doente. Para o filósofo, o homem moderno e niilista passa por um momento em que suas reais necessidades instintivas são reprimidas. A crítica que Nietzsche faz a sociedade do seu tempo é que a sua sociedade (uma crítica a Europa e principalmente a Alemanha) está doente. O motivo desse estado de enfermidade que a Alemanha se encontra é para Nietzsche esse mal estar em que se encontra a cultura da sua época. Uma vez que todos os sentimentos de vingança, ressentimento e ódio, não podendo mais exteriorizar no homem, então esse excesso de sentimento é somatizado com depressão, neuroses e outros males psicológicos.

"O clube da luta" um grupo criado pelos personagens é uma espécie de Kartase onde eles tentam dar um sentido a vida. É na luta que eles exteriorizam seus instintos mais cruéis e bárbaros e sentem se vivos. No final do filme mostra que todos esses instintos estão constantemente querendo sair, dominar e criar sentidos ao mundo.

Postar um comentário