terça-feira, 29 de julho de 2008

FOME!!!


O Bicho
Vi ontem um bicho Na imundície do pátio

Catando comida entre os detritos.

Quando achava alguma coisa,

Não examinava nem cheirava:

Engolia com voracidade.O bicho não era um cão

,Não era um gato,

Não era um rato.

O bicho, meu Deus, era um homem

Manuel Bandeira (poesias brasileiras)

Apesar de conhecer esse poema há muitos anos toda vez que me deparo com ele me emociono, ao sentir sua eterna atualidade. Talvez uma das coisas mais deprimentes para um ser humano é a fome. Hoje mesmo no portão da minha casa uma menina de seus sete ou oito anos veio pedir algo para comer. Ofereci a ela alguns pães do dia anterior.Era o que tinha naquele momento.
É claro que como em toda situação a muita gente acomodada que se aproveita da bondade alheia para conseguir alimento. Mas há sim pessoas que não conseguem ganhar o mínimo para se alimentarem. E muito mais agora com essa crise de alimentos no mundo inteiro.

Melhor que dar o peixe é ensinar a pescar. Mas só aprende quem tem as necessidades básicas atendidas!!!
Postar um comentário