terça-feira, 29 de julho de 2008

VOCÊ PRECISA SABER!!!


Alzheimer
Causado pelo envelhecimento, o Mal de Alzheimer atrapalha o funcionamento do cérebro e leva a perda de memória.
Um pequeno esquecimento. Leve confusão. Coisas da idade. Talvez não. Muitas vezes, os esquecimentos e as confusões se tornam freqüentes e são muito mais que pura conseqüência do envelhecimento. É o Mal de Alzheimer. Conhecido como o “Mal do Século XX”, o Alzheimer é progressivo e não tem tratamento conhecido. Nos Estados Unidos, a doença atinge quatro milhões de pessoas e o assunto é estudado com muito rigor por médicos e especialistas que continuam tentando desvendar muitos dos segredos em torno das causas e do tratamento. O Mal vem aumentando na proporção do crescimento da população de idosos no mundo inteiro, incluindo o Brasil, onde estima-se que exista pelo menos dois milhões de portadores da doença.
Descoberta em 1907 pelo médico psiquiatra e neuropatologista Alois Alzheimer, a doença causa a morte das células cerebrais, levando a uma atrofia lenta e progressiva do cérebro. Segundo Paulo Bertolucci, diretor científico da Associação Brasileira de Alzheimer (ABRAz) e neurologista da Universidade Federal de São Paulo, o Mal de Alzheimer costuma atingir pessoas acima dos 65 anos de idade, É uma doença de longa duração, podendo se arrastar de 10 a 14 anos. E é mais comum em mulheres. A doença afeta a memória e o funcionamento mental e pode levar a outros problemas, como confusão e desorientação no tempo e no espaço. No começo são os pequenos esquecimentos, que vão, gradualmente, agravando. Os pacientes tornam-se confusos, passam a apresentar alteração da personalidade, com distúrbios de conduta e terminam por não reconhecer os próprios familiares e até a si mesmos, quando colocados frente a um espelho. À medida que a doença evolui, tornam-se cada vez mais dependentes de terceiros, iniciam-se as dificuldades de locomoção, a comunicação se inviabiliza e passam a necessitar de cuidados e supervisão integral – até mesmo para as atividades elementares do cotidiano. Com o tempo, há um enfraquecimento do sistema imunológico e a saúde, em geral, vai se deteriorando. A causa mais comum de morte é a pneumonia, por conta do grande risco de infecções de garganta e pulmões.
Postar um comentário