quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

COMO ADMINISTRAR O EMPREGO EM TEMPO DE CRISE

A crise financeira tem deixado muita gente com medo de perder o emprego e dificultando ainda mais a vida de quem já está desempregado. Esta apreensão é justificada - afinal, segundo o relatório Tendências Mundiais de Emprego, da Organização Internacional do Trabalho (OIT), o agravamento da crise pode fazer com que 50,5 milhões de pessoas fiquem desempregadas no mundo em 2009. De acordo com especialistas consultados por VEJA.com, a preocupação com o emprego em tempo de crise deve ser acompanhada por uma mudança de postura, com atitudes que possam contribuir para a manutenção da vaga - ou, no mínimo, para lidar melhor com a possível demissão.
Conforme os especialistas, este é, mais do que nunca, o momento de se preocupar com sua vida profissional, ser proativo no trabalho e, por fim, economizar - precaução muito recomendada porque as demissões podem atingir também as pessoas mais talentosas e valorizadas pelas empresas. "Quem está empregado tem de trabalhar em dobro. Se o profissional está numa empresa e sente que não está mais participando de projetos importantes, é sinal de que ele não agrada mais. Então ele tem que fazer um curso e se renovar", aconselha Adriano Meirinho, diretor da empresa de recolocação profissional Catho.
Postar um comentário