quinta-feira, 26 de novembro de 2009

ALGUMAS IDÉIAS DE VYGOTSKI


Li um resumo sobre o livro de Marta K. de Oliveira sobre Vygotski:

Para Vygotski a relação do aluno com o mundo não é direta, mas antes mediada por diversos simbolos presentes na cultura humana. Portanto não há um desenvolvimento pronto , embutido dentro das pessoas que as levarão ao aprendizado. É preciso a mediação , o contato com o outro, com o meio social para que haja o desenvolvimento.
Zona de Desenvolvimento proximal é um conceito muito impoortante dentro da obra do autor. Ela pode ser definida como a diferença entre o que a criança já sabe( desenvolvimento real) e o que a criança pode vir saber(potencial)
Outra contribuição vygotskiana de relevo foi a relação que estabelece entre pensamento e linguagem, desenvolvida no seu livro "Pensamento e Linguagem". Entre suas contribuições a esse tema destacam a formação de conceitos, ao qual dedica dois capítulos do referido livro, e a compreensão das funções mentais enquanto sistemas funcionais, sem localização específica no cérebro de grande plasticidade e dinâmica variando ao longo da história da humanidade e do desenvolvimento individual. Concepção essa que foi posteriormente bem desenvolvida e demonstrada do ponto de vista neuropsicológico por seu discípulo e colaborador A. R. Luria.

Como bom marxista que domina os princípios da lógica e dialética pós Hegelsíntese também pode ser encontrado largamente na sua obra. O autor define a síntese não apenas como a soma ou a justaposição de dois ou mais elementos, e sim como a emergência de um produto totalmente novo gerado a partir da interacção entre elementos anteriores. (1770-1831), o conceito de

Postar um comentário