domingo, 23 de maio de 2010

CADA UM DÁ O QUE POSSUI




Diz-se que certa feita um rico fazendeiro resolveu presentear um homem pobre, vizinho seu. Colocou na bandeja um monte de lixo, embrulhou e mandou entregar. Chegando próximo a casa do vizinho que tinha muitos amigos e que conversava distraidamente, foi entregue o pacote, o qual foi aberto animadamente pelo homem. Ao ver o que havia dentro do embrulho o homem não se indignou. Alegremente falou: Não vá embora ainda, que eu também tenho um presente para dar. Lavou a bandeja, enxugou-a colocou lindas flores e mandou a entregar com os seguintes dizeres: "Cada um dá o que tem"
As vezes recebemos das pessoas muitos lixos como inveja, calúnia,imcompreensão, ódio. Mas não devemos nos deixar envenenar com esse lixo existencial, Antes devemos dar o melhor de nós aquilo que temos de mais precioso que é o amor a compreensão, a tolerância. É díficil, mas lembre-se "Cada um dá o que tem"
Postar um comentário