sábado, 7 de agosto de 2010

DROGAS DIGITAIS


Por Rafael Kenski
O assunto é uma polêmica que existe há algum tempo, mas continua crescendo e gerando discussões. Trata-se do “i-dose”, também conhecido como “droga digital”, que estaria viciando os jovens via internet. Os i-doses são arquivos de MP3 feitos especialmente para induzir estados alterados em quem ouvir, dando supostamente sensações parecidas com as do consumo de maconha e ópio.
A Secretaria de Narcóticos de Oaklahoma, nos Estados Unidos, declarou, no mês passado, estar preocupada que o consumo dessas músicas leve os jovens a outros tipos de psicotrópicos. Vai ser uma disputa interessante: desde a pré-história, a humanidade usa músicas para entrar em transe. E, assim como as tentativas de controle na troca de arquivos de música e víde o, barrar o consumo desses MP3 será quase impossível
.

Fonte Rervista Superinteressante
Postar um comentário