sexta-feira, 20 de maio de 2011

A DIFÍCIL ARTE DE COMPARTILHAR.



Certa vez Davi com seus 600 homens chegaram a Ziclague, cidade onde moravam e tudo estava queimado e destruído. As mulheres e as crianças tinha sido levados. E ali, eles choraram, choraram até perderem as forças.
Davi e eles choraram e choraram alto.
No desespero a gente perde a rota e procura alguém para culpar.
Sempre é assim, não é; quando as coisas dão errado, o líder é sempre o culpado.
Então, a equipe de Davi se voltou contra ele

E disseram: “Davi, você é o culpado por tudo isso e nós vamos te apedrejar.”
A Bíblia diz que Davi muito se angustiou e disse: “Eu não sou inimigo de vocês! Ei, eu sou Davi, o amigo de vocês, eu sou o líder de vocês.” E ali Davi ensinou a sua equipe uma coisa: “No momento de angustia e amargura, é preciso buscar o Senhor!” E Davi se esforçou no Senhor seu Deus. Perguntou a Deus se era pra perseguir os inimigos e Deus lhe disse:
“Persegue-os, porque os darei na tua mão.”

E Davi os perseguiu e a todos libertou.
Porém, duzentos daqueles homens não suportaram a viagem e ficaram junto a um ribeiro cuidando das bagagens. E quando voltaram os 400 não quiseram dividir os despojos. Então, Davi os ensinou a dividir.
Ele disse: “Não façais assim, irmãos meus, vamos dividir em partes iguais, porque eles ficaram com as bagagens.”
EU VEJO AQUI UM TREMENDO ENSINAMENTO. UM ENSINAMENTO QUE NOS MOSTRA A MISERICÓRDIA QUE TRIUNFA SOBRE O EGOÍSMO SOBRE O INDIVIDUALISMO. Nossas conquistas não são nossas, mas são do Senhor. Tudo o que temos não é nosso, mas foi Deus quem nos permitiu ter. Se ele quiser, em algum momento não teriamos mais nada.
O Senhor quer nos ensinar a sabedoria de dividir, de entender que somos peregrinos em terra estranha,. que devemos compartilhar com nossos irmãos, que não somos merecedores de nada e que nada conquistamos por nosso próprio esforço, mas tudo vem das mãos do Senhor.
Postar um comentário