sexta-feira, 19 de agosto de 2011

ETERNO RETORNO.


Lembro-me de ter entrado em contato com os textos abaixo no ano de 2.000, quando uma Coordenadora da escola onde lecionava, levou num HTPC para que refletíssemos sobre nossa percepção do jovem dentro da sala de aula. O texto marca pela sua atualidade, mas vejam só....

“Nossa juventude (...) é mal educada, zomba da autoridade e não tem nenhuma espécie de respeito para os mais velhos. Nossas crianças de hoje (...) não se levantam quando um ancião entra numa sala, respondem a seus pais e tagarelam em lugar de trabalhar. São simplesmente más” (Sócrates, 470-399 a.C) “Este mundo atingiu um estagio critico. As crianças não escutam mais seus pais. O fim não pode estar longe” (sacerdote egípcio, 2000 a.C)

“Esta juventude está corrompida até o mais profundo do coração. Os jovens são malfeitores e preguiçosos. Não serão nunca como a juventude de antigamente. Os de hoje não serão capazes de manter nossa cultura” (escrito num jarro de argila nas ruínas da Babilônia: + de 3000 a.C ).”...

Como podemos observar a cada geração as mesmas atitudes se repetem. Que cada um tire suas próprias conclusões...

Postar um comentário