sábado, 17 de setembro de 2011

QUAL O PRESENTE FINAL???


Em uma dessas cartas, Alice descreve uma brincadeira de infância, dessas de Natal ou de Páscoa, onde as crianças recebiam um longo fio, cheio de nós, amarrados em árvores, pedras e arames. A tarefa de cada criança era a de ir desatando esses nós, um por um, até chegar ao fim da trilha desse fio de Ariadne (tema recorrente desse blog nesses últimos tempos). No final desse fio, havia um presente. A autora fez uma alusão à essa brincadeira como uma metáfora da própria vida: vamos seguindo o caminho, geralmente escrito em linhas tortas e nem sempre certo, temos que desatar milhares de nós em todo o percurso. Diz o Dalai Lama que a vida é uma sequência de ciclos de problemas, acabou um, lá vamos para o próximo e quem sou eu para discordar. Procuramos desatar nó por nó, alguns melhor, outros ficam pelo caminho. O presente final, qual será?
Esse pequeno trecho retirei do Blog do Doutor Marco Spinelli, que tem assuntos muito interessantes voltados a psicologia analítica.
A pergunta final é inquietante. Depois de tantas lutas, tantas idas e vindas, tanto sofrimento e também alegrias, quantos nós desatados o que nos reserva a existência....
Para nós que cremos em Deus, que temos fé que tudo que existe tem um Criador a resposta é clara.
Jesus ensinou aos seus discípulos que Ele iria embora para o Pai mas que nos prepararia lugar nas mansões celestiais. Nosso destino é uma vida eterna com Deus, certos de que fizemos o melhor e agora o melhor está preparado para nós.
Postar um comentário