sábado, 17 de março de 2012

DANDO VOZ AO SILÊNCIO!!!


Estava pesquisando algum tema interessante para postar no blog e me deparei com a história de Carly Fleischmann uma menina diagnosticada com um autismo grave e que até aos 11 anos nunca tinha se comunicado com o mundo exterior. Até que aos 11 anos subitamente foi ao computador e digitou duas palavras: Dor e ajuda e correu para o banheiro para vomitar. Seus pais ficaram impressionados e assim começaram a pedir que ela digitasse mais coisas. Mas ela voltou ao seu estado de aparente retardamento mental. Então os pais e seu terapeuta usaram como estratégia: só dar o que Carly precisasse se ela digitasse algo no computador.Novamente recomeçou a escrever. Ela entendeu que, se comunicando, tinha poder sobre o ambiente que a cercava. E as coisas que ela escrevia eram impressionantes! Por exemplo: “Sou autista, mas isso não me define. Conheça-me, antes de me julgar. Sou bonita, engraçada e gosto de me divertir. Ela explicava também os seus comportamentos estranhos. Bater a cabeça, por exemplo. “Se eu não bater a cabeça, parece que vou explodir. Tento não fazer isso, mas não é como apertar um botão” –ela escreveu certo dia. “Eu sei o que é certo e errado, mas é como se eu lutasse contra o meu cérebro o tempo todo.” Ela não escondia seus desejos e frustrações: “Eu queria poder ir à escola como uma criança normal, mas não quero que fiquem com medo de mim, se eu bater na mesa ou gritar. Eu gostaria de apagar esse fogo dentro de mim” – ela digitou.
Hoje Carly está escrevendo um romance, tem twitter e até face!! Se quer saber mais sobre essa fantástica história é só fazer uma pesquisa sobre a menina!!!
Postar um comentário