segunda-feira, 10 de junho de 2013

O MAL SEDUZ!!!


A novela Avenida Brasil conseguiu encantar o público do horário nobre da Rede Globo, Seus personagens , muito bem montados e com certeza bem interpretados por atores e atrizes de renome dentro da emissora , demonstram porque a  mesma continua a apostar no gênero.
Já tivemos muitas novelas famosas: Sangue do meu sangue, Irmãos Coragem, Roque Santeiro e em todas estas sempre o que mais nos tocava era o mocinho,  pessoas que tinham valores e princípios
bem definidos  e que invariavelmente nos davam exemplos de valores morais , familiares, e religiosos que definiam o que se entendia por uma sociedade sadia.
É claro que os tempos mudaram. E os valores também vão mudando de acordo com o desenvolvimento da sociedade, 
 Já alguns anos depois, podíamos antever em personagens como Odete Roitman , uma  transformação  nos valores da sociedade.

A  vilã Carminha de Avenida Brasil representa uma classe C, que antes relegada a pobreza e ao ostracismo social se mostra cheia de energia, charme, sedução e poder. É uma classe social em ascensão e como tal quer usufruir do conforto, do status e do poder que o dinheiro pode oferecer.
Mas infelizmente esses valores que o dinheiro traz não produzem um ser humano sadio. Muito pelo contrário. Invariavelmente o dinheiro potencializa o que já existe de sombrio dentro da pessoa. São as nossas energias mais profundas, menos desenvolvidas que tomam o palco de nossa mente e começam a comandar o espetáculo.
Por que muitos, a grande maioria aplaude os vilões? Por que o mal seduz tanto?
A psicologia tenta explicar o fenômeno. Normalmente ensina que na verdade, todos nós  também somos "vilões" no mais profundo de nosso ser. Mas os padrões sociais, as regras, o superego ensinado por Freud, nos inibe. Assim quando vemos um personagem conseguir extrapolar os limites, ser malvado sem remorsos, inconscientemente nos vemos no personagem. Ele está a fazer o que nós, gostaríamos de fazer, mas que pela medo, pelas convenções sociais não fazemos.
O mal seduz porque existe dentro de nós na mesma proporção em que se encontra no mundo. Muitos conseguem compreender isso e contrabalançar suas energias, amenizar a sua sombra. Outros sucumbem ao poder do mal , se tornando psicopatas, assassinos, ladrões.....
O mais novo vilão Felix, interpretado por Matheus Solano segue os mesmos princípios. Inclusive o ator em entrevista ao Fantástico disse que na construção de seu personagem usou a bibliografia de Hitler, estudando seus ressentimentos e sua vontade de poder.
" Não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço" Essas foram as palavras do apóstolo Paulo a quase 2000 anos atrás. Elas demonstram que o ser humano sempre estará a mercê de forças antagônicas dentro de si. Para  amenizar isso  o autoconhecimento é uma ótima ferramenta. Para outros, somente a ação do Espirito Santo pode transformar seus instintos.
"Agora, já nenhuma condenação há para os que estão no Espirito"  Romanos 8.1

Postar um comentário