quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

O CAMINHO DO MEIO


Vivemos em uma sociedade que exige muito de nós. Respostas rápidas. agilidade, competência e excelência. Não podemos dar menos que isso, caso contrário poderemos ficar para trás... É como se diz: a fila anda.
Nosso cérebro trabalha no acelerado e com isso deixamos muito das coisas simples da vida, passarem desapercebidas. É o preço que pagamos pelo progresso e por uma vida confortável.
Até em nível psicológico vivemos esse dilema... Nossas respostas precisam ser rápidas, claras e quase sempre vivemos em antagonismos de excessos..... Queremos o melhor, o pódio, a exacerbação de todos os nossos desejos.
Mas será esse o caminho ideal para uma vida de qualidade e feliz?
Há controvérsias..... 
Aristóteles, um dos homens mais sábios que este mundo já conheceu, embora tenha certamente concluído e pensado muitas coisas erradas, mas ele era fruto de seu tempo, acreditava que alcançaríamos nossa verdadeira felicidade buscando um equilíbrio entre todas as coisas.
Resumindo: Para alcançarmos êxito precisamos ser comedidos, encontrar a medida ideal entre a fome e a saciedade, entre a ignorância e o conhecimento, entre a covardia e a coragem..

Qual dos caminhos você percebe ser o melhor? Qual deles tem trilhado..... Não seria momento de uma reflexão, de um novo caminhar nesse início de 2014?
Reflita nisso e tenha um bom dia!!!
Postar um comentário