domingo, 29 de junho de 2014

A MEDIDA DE TODAS AS COISAS!!!

Sócrates foi um grande filósofo da Antiguidade, lembrado até hoje por frases  como " Conhecete' a ti mesmo" ou " Uma vida sem questionamentos não vale a pena ser vivida" e outras de igual importância para a nossa prática diária.
Era um homem comum, de aparência  nada agradável, mas que tinha uma capacidade muito forte de argumentação, e assim ficava nas ruas, nas praças, questionando as pessoas sobre suas crenças e verdades. O objetivo desses filósofos como Sócrates, Platão e Aristóteles para citar os mais famosos, era buscar conceitos considerados como Verdades absolutas e , levar os seres humanos a se adequarem a esses padrões e assim serem felizes!!! Verdade, Bondade, Dignidade, Amor!!!
Mas já naquela época havia controvérsias. Isso porque em determinado momento a cidade de Atenas , foi precursora de uma maneira de ver o mundo totalmente diferente. A democracia. Era uma forma distinta de perceber  a vida, as pessoas, as instituições . Para que os cidadãos pudessem se adequar a nova´prática, era preciso que estes se apropriassem de técnicas de argumentação e desenvolvessem um bom discurso pois cada um representaria a si mesmo diante das autoridades atenienses.
E assim surgiram os sofistas.na verdade professores ambulantes, que traziam no bojo de suas ideias, conceitos que se chocavam com o que era ensinado pela filosofia da época. Para eles o conhecimento podia ser ensinado através de técnicas, não existia uma Verdade absoluta, ou algumas ideias certas...... Tudo era relativo, tudo dependia da cultura em que se vivia da maneira como o ser humano compreendia sua realidade. Assim ficou famosa a frase " O homem é a medida de todas as coisas" significando que era o ser humano quem determinava suas verdades, seus gostos, sua maneira de ver o mundo.
Essas ideias se disseminaram pela sociedade, e hoje ao nos depararmos com argumentos " Tudo é relativo, não existe Verdade, estamos fazendo uso de ideias que já eram conhecidas na Grécia Antiga.
De certa forma, penso que esses conceitos dos sofistas foram importantes para percebermos a diversidade que existe no mundo. Acreditar simplesmente em uma Verdade, privilegiando uma cultura em relação a tantas outras, não me parece adequado. Por outro lado, tudo foi "relativizado"  e com isso também perdemos um pouco de "solidez" em nossas certezas e em nossas crenças, e como diz o filósofo da atualidade Zigmund Bauman, vivemos em uma sociedade "liquida" onde valores como liberdade, amor, diginidade já não tem tanta importância.
Talvez seja preciso dar novos contornos a alguns conceitos, resgatar alguns valores, reinventar algumas atitudes. Com certeza o homem é uma medida importante dentro de seu contexto, mas não podemos apenas acreditar que é o centro do Universo!!!
Postar um comentário