segunda-feira, 30 de junho de 2008

NOTÍCIAS ENGRAÇADAS.

Publicado junho 12th, 2008 in Notícias
Uma leitoa de uma fazenda em North Yorkshire, na Grã-Bretanha, que tinha medo de chafurdar na lama superou o problema com a ajuda de galochas.
Acredita-se que a porquinha Cinders, de seis semanas, sofra de misofobia, um medo excessivo de sujeira. Para resolver o problema, o dono da leitoa, Andrew Keeble, e sua filha de 12 anos, Ellie, resolveram vestir pequenas galochas nas patas de Cinders.
"Ela tem medo da lama, mas os irmãos e as irmãs dela estão bem felizes no chiqueiro", disse Keeble. Ele e a mulher têm uma fábrica de lingüiças e mantêm cerca de 200 porcos na fazenda, mas já disseram que Cinders não corre o risco de acabar no abatedouro.


Exército alemão está apelando para bebês de 4 semanasPor Leo Pinho em 14/04/2007 - 11:37 am
O exército alemão, que já foi uma das maiores forças militares do mundo, hoje está recrutando bebês de 4 semanas. Uma carta teria sido enviada para Lucio, o bebêzinho — será que os pais do bebê são fãs do nosso zagueiro Lucio, que joga no Bayern de Munique?
Sabe-se que na época em que Hitler era o “manda-chuva”, muitos garotos e adolescentes participaram das guerras e conflitos onde a Alemanha participava. Mas hoje, recrutar um bebê que ainda nem anda? Acho um exagero.
Semana passada vi o filme 300. Lá, os Espartas iniciam a vida “militar” do espartano aos 7 anos — antes disso eles já treinam algumas coisas. Será que algum general do exército alemão viu o filme, e acredita que a iniciação militar, ainda quando bebê, vai conseguir ter uma geração militar perfeita, num futuro próximo? Quem sabe!
Segundo o porta-voz do exército alemão, a carta teria sido um erro de um dos que trabalham no cartório, que digitou errado a data de nascimento do bebê. “Foi um acidente”, disse o porta-voz.
O bom de trabalhar em equipe é exatamente isso. Porque quando algo der errado, sempre se pode culpar alguém!

A GUERRA DAS ESPADAS



A cidade de Cruz das Almas, na Bahia, é famosa por sua "guerra de espadas" travada todo ano nos festejos juninos. Em outras cidades baianas se promove também aquele tipo de "guerra" (como Senhor do Bonfim, Muritiba, Maragojipe,etc), mas menos intensas e, por isso, menos faladas. Um dos fatores psicológicos que explicam a preferência popular por esta "guerra" é uma certa necessidade do espírito humano pela aventura e pelo risco, como aqueles que pulam de parapentes ou que voam em frágeis asas delta. Muito se lamenta, anualmente, os acidentes com queimaduras e até mortes. Vi pessoalmente esta "guerra" e constatei que, realmente, é um espetáculo muito bonito, mas cheio de riscos e de causar medo a qualquer vivente. Não é somente com estas espadas que ocorrem acidentes juninos. Em todo o Nordeste a notícia mais corriqueira na imprensa é de acidentes com fogos, ocorridos em todas as cidades onde se fazem as festas juninas. Assista o vídeo acima e veja que, ao lado da beleza e do risco que se corre nesta "guerra", um espetáculo à parte é a coragem dos "espadeiros" (os rapazes que queimam e jogam as espadas uns nos outros). Um dado importante é bom ressaltar: todo "espadeiro" entra no espetáculo, geralmente, completamente protegido, com luvas, calças de brim, botas, etc. Há outros que nada disto usam, mas têm experiência de muitos anos na brincadeira e alguns se vangloriam de nunca haver se queimado.
Postado por Juraci Josino Cavalcante às
16:14

domingo, 29 de junho de 2008

SERÁ???

IstoÉ: homens que fazem o tipo "cafajeste" têm mais parceiras

É bom parecer meio cafajeste, fazer um teatrinho. Os "bonzinhos" estão totalmente descartados
A carioca Samantha Miranda, 23 anos, define claramente o tipo de homem perfeito para conquistar seu coração. "Meio rude, aquele que sabe tratar a mulher sem muitos mimos, que gosta de malhar. É bom parecer meio cafajeste, fazer um teatrinho", descreve. Os "bonzinhos" estão totalmente descartados. O parceiro ideal é, para Samantha, o oposto. "Não suporto os muito sensíveis, que choram e querem agradar o tempo todo", diz. Coerente com suas preferências, ela se casou há três anos com um capitão do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro e se diz muito satisfeita com seu "fortão". As mulheres que preferem a independência e a igualdade entre os sexos, direitos conquistados pelas feministas décadas atrás, talvez se surpreendam ao saber que Samantha não é um caso isolado. Duas pesquisas feitas nos Estados Unidos - uma da Universidade do Novo México e outra da Universidade Bradley - e publicadas na revista New Scientist em junho concluem: homens que adotam comportamento de "garoto mau" se dão melhor com as mulheres.Na Universidade do Novo México, o pesquisador Peter Jonason ouviu 200 estudantes e o resultado é que os jovens com características de bad boys relataram maior número de relacionamentos de curto prazo. As marcas do estilo são insensibilidade, narcisismo, egocentrismo, atração por situações de risco e infidelidade. O outro trabalho, feito pelo cientista David Schmitt, da Universidade Bradley, em Illinois, é mais amplo. Ouviu 35 mil pessoas de ambos os sexos em 57 países - e teve resultado semelhante.No Brasil, há controvérsias. Num grupo de 22 mulheres entrevistadas por ISTOÉ, apenas sete concordaram com os resultados da pesquisa. "Aqui é diferente", opina a advogada mineira Mariana Lima, 31 anos. "Busco uma relação em que haja igualdade entre os parceiros e muito carinho. Adoro homens cavalheiros." A estudante de geologia Carla Neto, 29 anos, acredita que as mulheres gostam, sim, de homem que tenha um jeito grosseirão. "Acontece que poucas vão admitir isso", alerta ela. "Os homens têm de ter pegada, sim", resume Natália Casassola, ex-big brother.

sábado, 28 de junho de 2008

HUMOR

Um belo dia, um vendedor recebeu um telegrama de seu gerente, no qual estava escrito:PORRA No dia seguinte, o vendedor respondeu por telegrama:FODA-SERetornando ao escritório central, foi imediatamente chamado pelo gerente, que disse-lhe:- Você não tinha o direito de me responder daquele jeito! Não sabe que estamos em contenção de despesas? O meu telegrama era simplificado e o significado de PORRA é:"Por Obséquio Remeter o Relatório Atrasado".O vendedor argumentou:- Sei de tudo isso e foi exatamente dentro desse espírito que lhe respondi. FODA-SE que significa:"Foi Ontem Despachado, Amanhã Será Entregue

PEDOFILIA - DE ONDE VEM?



Não adianta apenas condenar, fazer uma lei e tudo está resolvido. É preciso, sim leis rígidas, mas que sejam cumpridas, punição de verdade. Mas é preciso ensinar, conscientizar , explicar para que haja compreensão.

Psiquiatra diz que pedofilia é doença


Pedofilia é doença


e se manifesta, em 98% dos casos, em homens com mais de 25 anos. Quem afirma é Christian Gauderer, psiquiatra que há 22 anos atende crianças e adolescentes. De acordo com o médico, a patologia se explica pelo medo que o indivíduo tem de se relacionar sexualmente com outro adulto. ‘‘O pedófilo não concebe sequer a possibilidade de ser cobrado por sua performance sexual. Como a criança não oferece esse tipo de ameaça, ele a procura’’, explica. ‘‘Com a criança, eles perdem a insegurança e sentem que estão no comando na relação’’, completa.
Gauderer conta que não há como identificar um pedófilo, antes que a patologia se faça presente. Também não há distinção de classe social. ‘‘A doença não incide mais em gente rica ou pobre. Não tem como identificar o pedófilo usando esse critério’’, informa o psiquiatra. Geralmente, são pessoas reconhecidas como acima de qualquer suspeita. ‘‘E é justamente aí que mora o perigo, porque é coisa muito comum pessoas fazerem falsas alegações’’, observa. O especialista acrescenta que nesses casos não há sintomas físicos e que somente pode-se chegar a algum diagnóstico, apenas, se for analisada a história de vida do indivíduo.
Lauro Monteiro, presidente da Associação Brasileira de Proteção à Infância e Adolescência (Abrapia), organização não-governamental que atua há 11 anos no combate à violência sexual, manifesta a mesma opinião de Gauderer. Para ele, o adulto que pratica a pedofilia pode ter sido uma criança vítima de abuso sexual. ‘‘Na hora de se fazer um diagnóstico de pedofilia, deve-se considerar, e muito, o meio social no qual aquele indivíduo cresceu’’, afirma o presidente da organização. A Abrapia recebeu, nos anos de 1997 a 1999, 1.400 denúncias de exploração sexual, sendo que 35 delas faziam referências a pornografia veiculada pela Internet.


Mas não podemos esquecer que apesar de doença, a pedofilia é tipificada como crime, e sendo crime deve o responsável responder por ele.

AMAZÔNIA - O DESMATAMENTO CONTINUA.


Desmatamento

Apesar dos alertas,a destruição continua
Após anos em queda, números voltam a subir
O desmatamento na Amazônia, que chegou a diminuir nos últimos anos, voltou a crescer. Segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), 25.500 quilômetros quadrados da maior floresta tropical do mundo sumiram desde 2002, 40% mais que em 2001. Isso equivale a uma área maior que o Estado de Sergipe. É o maior número desde 1995 e o segundo maior desde que o instituto começou a medir o desmatamento, em 1988. O temor é que o quadro piore ainda mais em 2004. Toda vez que o índice de desmatamento cresce, o governo e as ONGs procuram um bode expiatório. A lista de culpados inclui grileiros, madeireiros e pecuaristas. Atualmente, começa a preocupar a expansão da soja, que já mudou a paisagem do cerrado mato-grossense e agora ameaça a Amazônia. Ao lado desses poderosos, pequenos agricultores e assentados também aumentam o problema queimando a roça, muitas vezes sem controle. Junta-se a isso a falta de estrutura para fiscalização. Não existe uma solução única para evitar o fim da floresta. Ao contrário, é preciso se antecipar a alguns problemas e incentivar iniciativas menos destrutivas, como o manejo de floresta para retirar madeira ou a exploração sustentável de produtos por ribeirinhos e índios. Enquanto isso, o governo tenta apagar a fogueira do momento. Em julho de 2003 foram anunciados 20 milhões de reais para fiscalização e ficou acertado que qualquer decisão na região precisará do aval de ambientalistas do governo.
Os desmatamentos acontecem principalmente nos Estados de Rondônia, Mato Grosso e Pará - servidos por estradas que ligam aos mercados do sul do país. Juntos, eles são responsáveis por 80% das árvores derrubadas na região. E nem toda a pressão que os ecologistas têm feito nos últimos anos serviu para impedir o avanço de motosserras e queimadas. Se o ritmo da devastação não diminuir rapidamente, em apenas 30 anos o estrago feito na floresta vai dobrar. Uma das causas desse aumento na velocidade da devastação está no uso de tecnologia de ponta para cortar as árvores. Motosserras potentes, imensos tratores e caminhões arrasam com hectares de florestas em poucos dias. Mas a causa principal, segundo os ecologistas, está na falta de uma política de desenvolvimento sustentável da Amazônia por parte do governo. É verdade que vários parques nacionais e reservas indígenas foram criados na última década, mas isso não evita a destruição nas áreas que não foram legalmente protegidas. O Brasil continua a cometer o erro grosseiro de desmatar para extrair madeira ou formar pastagens, eliminando a riqueza de uma das maiores biodiversidades de bichos e plantas que o planeta já reuniu num só lugar.
BIODIVERSIDADE AMEAÇADA - O desmatamento da floresta traz consigo uma série de efeitos perversos: extinção de espécies de bichos e plantas, destruição de áreas indígenas, empobrecimento do solo e aumento da emissão de gás carbono na atmosfera, contribuindo para o efeito estufa. É uma tragédia de muitas faces. Para acabar com ela, a primeira coisa a fazer é reformular a idéia de que a Amazônia é um manancial inesgotável e sem dono, criada na década de 70 para estimular o povoamento da região. Depois de décadas de projetos equivocados formulados por tecnocratas, os brasileiros precisam admitir que muita coisa errada foi feita. E, principalmente, precisam evitar que os mesmos erros sejam cometidos de novo. O Brasil, hoje, é o maior destruidor de florestas do mundo, em números absolutos. "Infelizmente persiste a visão equivocada de que é preciso criar grandes eixos de desenvolvimento para a região, sem levar em conta os severos impactos ambientais", afirma Aziz Ab'Sáber, geógrafo da Universidade de São Paulo (USP) e um dos maiores especialistas na questão.

AGENDA 21



A ONU - Organização das Nações Unidas - através da sua Comissão Mundial para o Meio Ambiente e Desenvolvimento, criou o conceito de Desenvolvimento Sustentável.
Trata-se de um modelo que preconiza satisfazer as necessidades presentes sem comprometer os recursos necessários à satisfação das gerações futuras, buscando atividades que funcionem em harmonia com a natureza e promovendo, acima de tudo, a melhoria da qualidade de vida de toda a sociedade.
Um grande passo para nortear a prática de ações sob esse conceito foi a elaboração e lançamento da Agenda 21 Global na Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento Humano, conhecida como ECO-92, realizada em 1992, no Rio de Janeiro.
A Agenda 21 é um programa de ações para o qual contribuíram governos e instituições da sociedade civil de 179 países, que constitui a mais ousada e abrangente tentativa já realizada de promover, em escala planetária, um novo padrão de desenvolvimento, conciliando métodos de proteção ambiental, justiça social e eficiência econômica.
Na verdade, a Agenda 21 aprovada pelos países tem a função de servir como base para que cada um desses países elabore e implemente sua própria Agenda 21 Nacional, compromisso, aliás, assumido por todos os signatários durante a ECO-92
.

sexta-feira, 27 de junho de 2008

O ARRAIÁ DO JOÃO CLÍMACO É BÃO TAMBÉM


É isso aí. Muita animação, música,comidas típicas, gente bonita. Eassim foi mai uma festança no JC. Parabéns a todos. Foi 10!!!!!!

EITA QUANTA GENTE BONITA Sô





a quanta gene bonita sÔ


NHÔ GUSTAVO E CUMPADRE FERNANDO


ARRAIÁ DO JOÃO CLÍMACO


É só festança. É nós aqui do João Clímaco em mais uma festa tradiciuonal de nossa escola. Muita gente bonita, comidas típicas e muita muita alegria.... Confira as fotos!!!!

quinta-feira, 26 de junho de 2008

TAJ MAHAL -UMA HISTÓRIA DE AMOR


Como todas as histórias, esta também começa da mesma maneira... Era uma vez um príncipe chamado Kurram que se enamorou por uma princesa aos 15 anos de idade. Reza a história que se cruzaram acidentalmente mas seus destinos ficaram unidos para todo o sempre. Após uma espera de 5 anos, durante os quais não se puderam ver uma única vez, a cerimónia do casamento teve lugar do ano de 1612, na qual o imperador a rebaptizou de Mumtaz Mahal ou "A eleita do palácio". O Príncipe, foi coroado em 1628 com o nome Shah Jahan, "O Rei do mundo" e governou em paz.
Quis o destino que Mumtaz não fosse rainha por muito tempo. Ao dar à luz o 14º filho de Shah Jahan, morreu aos aos 39 anos em 1631. O Imperador ficou tremendamente desgostoso e inconsolável e, segundo crónicas posteriores, toda a corte chorou a morte da rainha durante 2 anos. Durante esse período, não houve musica, festas ou celebrações de espécie alguma em todo o reino.
Shah Jahan ordenou então que fosse construído um monumento sem igual, para que o mundo jamais pudesse esquecer. Não se sabe ao certo quem foi o arquitecto, mas reuniram-se em Agra as maiores riquezas do mundo. O mármore fino e branco das pedreiras locais, Jade e cristal da China, Turquesa do Tibet, Lapis Lazulis do Afeganistão, Ágatas do Yemen, Safiras do Ceilão, Ametistas da Pérsia, Corais da Arábia Saudita, Quartzo dos Himalaias, Ambar do Oceano Índico.

FIM DO MUNDO!!!

Professora anuncia fim do mundo a alunos de 6 anosCom a intenção de incentivar seus alunos a "desfrutar mais de cada momento", uma professora britânica do colégio particular Saint Mathiu, de Manchester, comunicou aos seus alunos do primário que um meteoro se aproximava com muita rapidez da Terra.Frente a suposta catástrofe, insistiu aos pequenos que ligassem para suas casas e declarassem seu amor para seus pais e irmãos. Porém, a professora logo perdeu o controle de suas boas intenções, exagerando na história, e muitos dos alunos começaram a chorar copiosamente, alguns corriam pelos corredores enquanto outros saqueavam a cantina. A polícia foi chamada para controlar a situação, visto que muitos pais que receberam as ligações de despedida dos filhos se revoltaram quando souberam da história.Segundo declarou o pai de uma criança, seu filho estava "com 100% de certeza que iria morrer. Só Deus sabe o que a professora queria ensinar".

quarta-feira, 25 de junho de 2008

O NOME DA ROSA


O filme O NOME DA ROSA ,de Jean-Jacques Arnaud, baseia-se no romance homônimo do grande esteta italiano Umberto Eco. E,resumindo a história: num mosteiro medieval, há o assassinato, em circunstâncias insólitas,de sete monges, em sete dias e noites,que desafiam o extraordinário talento dedutivo do franciscano inglês Guilherme de Baskerville, um espécie de Sherlock Holmes medieval, com seu assistente Adso: é uma crônica da vida religiosa do século XIV, criticando a vida no claustro.
Um bom filme, que retrata bem a igreja e o que era o período medieval. Para pessoas que gostam de filmes desse período como eu , é um prato cheio. Recomendo.

CORINTHIANS PAULISTA - UM POUCO DE HISTÓRIA


O Sport Club Corinthians Paulista é um dos clubes desportivos mais importantes do Brasil. A agremiação foi fundada como clube de futebol por cinco operários, Joaquim Ambrósio, Antônio Pereira (pintores de parede), Rafael Perrone (sapateiro), Anselmo Correia (motorista) e Carlos Silva (trabalhador braçal), no dia 1 de setembro de 1910, por volta das 20h30 à luz de um lampião, na esquina da rua dos italianos com a rua José Paulino, no bairro do Bom Retiro. Hoje sua sede se localiza no Tatuapé. Ao longo dos anos o clube se desenvolveu e passou a competir também em outras modalidades, como remo, basquete, natação, basquete, vôlei, tênis, taekwondo, futsal, judô, peteca, handebol, e o xadrez.
Uma de suas características notáveis é a sua torcida, conhecida como "Fiel" (apelidada assim devido a que durante os 22 anos (
1955 a 1976) em que a equipe não ganhou nenhum título importante, seu número aumentou ao invés de diminuir), que segundo pesquisa [1] do instituto Datafolha realizada no final de 2006 sobre o número de torcedores das equipes brasileiras, representava 13% dos entrevistados, isto é, entre a primeira e segunda maior quantidade de torcedores do país (empatado, devido a margem de erro, com o Flamengo).
Entre seus principais títulos estão o de maior
campeão paulista da história, com 25 títulos, campeão da Copa do Brasil em duas ocasiões (1995 e 2002), tetracampeão brasileiro (1990, 1998, 1999 e 2005), e campeão do primeiro Mundial de Clubes organizado pela FIFA, em janeiro de 2000. O Corinthians também é conhecido por ter uma das melhores bases do futebol brasileiro, sendo o maior campeão do principal torneio de futebol júnior do Brasil, a Copa São Paulo de Futebol Júnior, com 6 títulos (1969, 1970, 1995, 1999, 2004 e 2005).
De acordo com pesquisa realizada pela agência publicitária
Y&R e publicada pelo jornal Gazeta Mercantil[2], o Corinthians possui a marca de futebol mais estimada do país. Em 2000 o deputado estadual paulista Afanásio Jazadji (PFL) submeteu o projeto de lei nº160 com o objetivo de declarar o Corinthians patrimônio cultural, social e esportivo do estado.[3] Em 2006, quando o atual governador de São Paulo, José Serra, assumiu a prefeitura de São Paulo, criou o Dia do Corinthians, em homenagem ao clube paulista, no dia de sua fundação, 1º de setembro

AQUECIMENTO GLOBAL - HÁ CONTROVÉRSIAS.


Pesquisadores já alertavam havia várias décadas que o planeta sentiria no futuro o impacto do descuido do homem com o ambiente. As previsões, contudo, diziam que os efeitos só surgiriam daqui a mais trinta ou quarenta anos. Sinais recentes, como ondas de calor inéditas e furacões avassaladores, mostram que a catástrofe causada pelo aquecimento global já teve início. E o pior: a ciência não sabe como reverter esses trágicos sintomas. A saída para a geração que quase destruiu a sua espaçonave Terra é adaptar-se a secas, furacões, cheias e incêndios florestais.
Há alguns anos atrás, as pesquisas sobre aquecimento global se dedicavam apenas a coletar as pistas e sinais do fenômeno, buscando comprovar sua existência - e a gravidade do problema - às autoridades e aos grandes poluidores. Agora, porém, os cientistas não precisam mais se debruçar sobre esse tipo de pesquisa - com claras transformações no clima e a admissão de todos de que aquecimento global já é um fato, a hora é de procurar soluções para amenizar o impacto do fenômeno. Kioto é o começo, mas o caminho é muito longo. E a corrida da ciência é contra o tempo.
Acreditava-se que a maior massa de gelo no planeta - a Antártida oriental - estivesse aumentando. Faz dois meses, um novo estudo pormenorizado mostrou indícios de que ela também pode estar começando a derreter. O sistema do clima geral é formado pelos padrões planetários dos ventos e das correntes marítimas, que redistribuem o calor dos trópicos para os pólos

No entanto , apesar de alguns cientistas não contestarem o aquecimento global divergem quanto ao que vai ocorrer de fato. Reportagem veiculada na Revista Veja, páginas amarelas de 11.06.2.008 edição 2064 diz o seguinte" climatologista Patrick Michaels, da Universidade de Virgínia, nos Estados Unidos, é o mais conhecido entre os chamados céticos do aquecimento global. A qualificação é paradoxal, pois ele colaborou com o Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) e não contesta os princípios científicos que sustentam a advertência, feita pela conferência da ONU, sobre o aumento nas emissões de gases do efeito estufa. A diferença é que, ao contrário do IPCC, ele não vê nada de catastrófico nas mudanças climáticas. Pesquisador do Instituto Cato, em Washington, Michaels dedica-se a palestras e a escrever artigos contra o que considera uma visão apocalíptica da climatologia. Ele argumenta que o fato de suas pesquisas contarem com o apoio de indústrias de energia reforça a credibilidade de seus artigos, pois faz com que sejam examinados com maior rigor por seus críticos. O cientista, que recentemente participou do seminário internacional "Aquecimento global – O dilema político e econômico", promovido pelo Centro de Liderança Pública (CLP) e pelo Ibmec, em São Paulo, concedeu a seguinte entrevista a VEJA(Leia entrevista completa na Revista Veja On line edições anteriores.)

terça-feira, 24 de junho de 2008

HUMOR

Numa noite escura, voltando de uma carreata pelo interior, um dos ônibus, lotado de políticos sai da pista, capota duas vezes e cai numa fazenda.O fazendeiro acorda assustado e vai ver o que aconteceu.Ao se deparar com aquela terrível visão, rapidamente começa a cavar um buraco, onde enterra os corpos.Alguns dias depois, um investigador bate a sua porta e faz várias perguntas sobre o acidente.- E onde estão os políticos? - Eu enterrei eles naquela cova ali!- Mas estavam todos mortos? - espanta-se o policial.- Bem... alguns diziam que não... mas o senhor sabe como os políticos são mentirosos!!!

HUMOR

Em um congresso, estava sendo discutido, quem era a mais inteligente, a morena, a ruiva ou a loira.A morena subiu no palanque e disse:- Nós as morenas, fomos as primeiras mulheres a usar um computador.Todas as mulheres aplaudiram. Foi a vez da ruiva- Nós as ruivas fomos as primeiras a ir pra lua.A minoria aplaudiuChegou a vez da loira- Nós as loiras não fizemos nada de importante, mas já pensamos em ir até o solTodas caiam na gargalhada até que a morena falou:- Como vocês vão para o sol vão morrer esturricadas!!!Então a loira disse:- Queridaaaa nós vamos de noite!!!

segunda-feira, 23 de junho de 2008

BELEZAS.


JULIANA PAES


domingo, 22 de junho de 2008

O SEGREDO


Cada um tem seu Segredo. Aspectos genéticos, emocionais, ambientais, culturais , a forma como cada um reage as situações da vida, interferem em sua jornada.
É claro que existem linhas mestras, alguns conceitos básicos que todos nós devemos seguir para alcançar o que percebemos como sucesso e felicidade. Mas não a fórmulas mágicas ,receitas prontas. Livros que ensinam técnicas de como ser feliz, de como alcançar o sucesso proliferam , no entanto tudo depende de cada um de nós. A chamada lei da atração interfere nesse processo? Entendo que ser positivo é fundamental, atrai situações favoráveis, pois me predispõem a ter atitudes proativas diante das situações. Mas não é o principal motivo da realização. É preciso ação do indivíduo, atitude , força moral, uma determinação férrea.
Sentar , mentalizar , e esperar que o Universo trabalhe em seu favor é muito poético mas enganoso.

sexta-feira, 20 de junho de 2008

O VOÔ DA ÀGUIA.


"A imagem da águia sempre esteve atrelado ao sentido de conquista , e coragem, de impeto, de renovação. Ao ver uma águia lançando voô com suas asas dsdobradas, não podemos deixar de nos sentir inspirados em nos lançar com toda força aos nossos projetos, em sermos visionários de dias melhores , em renovarmos nossas forças , nossas percepções nossos ideais"

A VIDA EM CONSTANTE MOVIMENTO


" É o que sinto quando me deparo com uma das mais belas forças da Natureza. Simbolo da vida em eterno movimento, sempre a saltar pelos obstáculos, impondo a eles sua própria vontade e força. Simbolo de renovação e purificação de sempre evoluir "

IMENSIDÃO AZUL..


"O mar me fascina. Sua beleza é indescritivel. As vezes um fim de tarde , bela ,ao por do sol, as águas acariciando nossos pés na areia macia da praia.

Outras vezes , ameaçador, onipotente, nas tempestades e ressacas"

Serpente de quase dois metros....

Serpente de quase 2 metros sai de vaso sanitário em apartamento na Austrália
20/06 - 00:25 - EFE

Sydney - Uma serpente píton emergiu de um vaso sanitário no décimo andar de um edifício da cidade australiana de Darwin, informa hoje a imprensa local.
A serpente, de 1,8 metro, e que não é venenosa, foi resgatada por um especialista em répteis que recebeu uma ligação dos inquilinos, que levaram um grande susto quando encontraram o réptil no lavabo de seu apartamento.Segundo os inquilinos e o especialista, que não sabem há quanto tempo a serpente estava nos encanamentos, o réptil só pode ter chegado ao banheiro pelo vaso sanitário, pois o quarto não tem janelas.
Leia mais sobre:
animais

quinta-feira, 19 de junho de 2008

Catherini Zeta Jones


Angelina Jolie






ESPETÁCULOS DA VIDA.




A BELEZA STÁ EM TODO LUGAR....

GREVE DOS PROFESSORES



Greve é direito constitucional. É talvez o recurso mais extremo a fim de conseguir que se abram caminhos para a negociação. Infelismente foi o último recurso, visto que por mais de 5 vezes as enidades ligadas a educação tentaram abrir negociações com a secretaria da educação sem sucesso. Os professores do Estado de São Paulo deflagraram nova greve que segundo a entidade da classe(Apeoesp) já chega até 60% das escolas do Estado.

Com certeza muitos irão se manifestar contra a greve , principalmente porque estão desinformados sobre como tem sido dar aulas. No papel , tudo é muito lindo e maravilhoso e fácil de aplicar. Mas a realidade da sala de aula , tem massacrado os professores, que convivem no dia a dia com falta de condições de trabalho, além de grande violência, inclusive física.

Benefícios de anos de carreira estão sendo retirados via decreto. Salas superlotadas, promoção automática, falta de infra-estrutura básica nas escolas são alguns dos problemas enfrentados pelos professores.

Queremos de fato que a escola dê um salto de qualidade, mas é preciso valorizar a profissão, resgatar a imagem do profissional dá educação. Sem isso, qualquer política educacional não terá resultados satisfatórios.

ESPIRITUALIDADE.




Aura e gestão da energia vita lAura é o campo de energia vital que nos interpenetra e nos circunda. Mantê-lo em boas condições é vital para a manutenção da boa saúde física, psíquica e espiritualEquipe Planeta
A “aura” humana é definida como um campo de energia, de forma ovóide, que nos interpenetra e circunda por completo, estendendo-se para além do corpo físico até distâncias variáveis.
Ao contrário dos materialistas que excluem qualquer possibilidade de aura – à exceção daquela bioeletromagnética, comprovada pela ciência cartesiana –, os espiritualistas têm certeza de que ela existe, não somente nos seres humanos, mas também nos animais e nas plantas. Sobre o tema se pronunciou um semnúmero de pensadores, não apenas das religiões hinduísta e budista, mas inclusive pensadores cristãos. O halo luminoso que cerca muitas representações de santos e outras figuras sagradas do cristianismo dá testemunho disso. Nos seres vivos, a aura desempenha um importantíssimo trabalho de trocas bioquímicas e bioenergéticas entre eles e o ambiente circundante. A aura, com efeito, absorve substâncias benéficas (como o prana ou energia vital) e descarrega no ar os resíduos “tóxicos” e degradados produzidos pelo metabolismo bioenergético

segunda-feira, 16 de junho de 2008

CIDADANIA



De novo cidadania professor? Mas o Senhor já falou tanto sobre isso.
Assim me questionou um dos meus alunos de 5º série quando eu pela "enésima vez" explicava-lhe sobre o conceito de cidadania.

É certo que como meu aluno me questionou muitos também com certeza dirão: è uma palavra gasta. Já é usada tanto e as vezes de forma tão corriqueira que perdeu seu sentido.

De fato, em cada discurso que escutamos, seja de empresários, profissionais liberais, professores, políticos, Cidadania é palavra chave.

Apesar disso ,ao analisarmos se esse conceito se tornou realidade em nosso país, veremos que apesar de tanto se falar em cidadania , estamos longe disso.

Conceitos como cidadania e democracia nasceram na Grécia antiga dentro de uma proposta diferente de participação política.

É claro que se estudarmos a fundo tais conceitos perceberemos que muito poucos eram os atenienses cidadaõs e que democracia também era para poucos.

Mas o conceito foi se ampliando na história até chegarmos a Revolução Francesa. Com seu lema. Liberdade, Igualdade e Fraternidade e tantas outras conquistas da Revolução a cidadania se ampliou como participação de todo o povo nos destinos da Nação.


Acreditar nisso no Brasil ainda é uma utopia. Temos sim muitos direitos políticos, que como vemos não tem muita eficácia quando precisamos exerce-los. Construimos pela luta e conscientização nossos direitos civis e individuais, mas e os direitos sociais? Estamos longe de uma igualdade social no Brasil. Somos um dos países onde existe a maior desigualdade social do mundo. Temos pouco acesso a cultura , a conscientização da população em questões políticas é muito pequena, e são muitos poucos brasileiros realmente alfabetizados e que conseguem fazer uma leitura crítica do mundo. Por isso é que de novo eu insisto: Vamos falar sobre cidadania?

AS CONTRADIÇÕES DE UM PAÍS.



O que será que se perpetuará nos próximos anos? As asas do mosquito da dengue ?, simbolo do atraso do país e descaso da saúde pública brasileira gerenciada por políticos que nem se importam com o bem estar da população ou.....


As asas dos aviões da Embraer?, Uma das tecnologias mais avançadas do país, símbolo de um Brasil moderno que investe na educação de ponta e tecnologia, certeza de que com seriedade e competência é possível ser GRANDE.

Para o bem de todos nós , esperamos que toda a sociedade se empenhe e se conscientize desses contrastes e da importância de superá-los para o bem da Nação.

É claro que nós como população somos os "peões" nesse complexo jogo. As grandes decisões não passarão por nós. Mas como no jogo de xadrez, há momentos em que o peão ganha o jogo e até pode dar um "xeque mate". Precisamos amadurecer como cidadaõs, aumentar nossa participação política , enfim cobrar de forma mais efetiva os representantes que elegemos para tarsnformar esse país numa potência.

sexta-feira, 13 de junho de 2008

É PRECISO SE INDIGNAR!!


Direitos não se ganham. Direitos se conquistam. Com essa frase deixo aqui minha indignação com a atual situação dos professores, a luta contínua pela sobrevivência em meio a tantos ataques.


"Na primeira noite eles se aproximam e roubam uma flor do nosso jardim.E não dizemos nada.Na segunda noite, já não se escondem; pisam as flores ,matam nosso cão ,e não dizemos nada.Até que um dia, o mais frágil deles entra sozinho em nossa casa, rouba-nos a luz, e ,conhecendo nosso medo, arranca-nos a voz da garganta.E já não podemos dizer nada.

Eduardo Alves da Costa- poeta


Já basta de resignação . É preciso impedir que esse governo roube a nossa voz. Precisamos gritar para pais, alunos, sociedade , meios de comunicação. A educação só pode melhorar quando a sociedade valorizar o trabalho do professor , se aliar a ele e não acreditar nas mentiras desse governo autoritário.

quinta-feira, 12 de junho de 2008

O BRASIL QUE DÁ CERTO.

Estamos tão habituados a ouvir más notícias na televisão, rádio e mídia impressa que parece que tudo vai mal. É que na verdade o que dá Ibope as grandes redes de comunicação e mídia impressa são os desastres e tragédias. Parece que o povo quer ver "sangue".
Mas na verdade há muita coisa boa acontecendo pelo país afora. Alguns exemplos:
Brasil entra no grupo de países de alto desenvolvimento humano.
O Brasil entrou pela primeira vez no grupo de países considerados de alto desenvolvimento humano. Entre os dados que contribuíram para o desempenho brasileiro está o aumento na expectativa de vida da população. Em 2004, ela era de 71,5 anos para 71,7 anos em 2005. Apesar disso, caiu uma posição no ranking do IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), passando de 69º para 70º no item qualidade de vida.
Prêmio em Cannes muda vida de atriz brasileira
A brasileira Sandra Corvelon, que ganhou o prêmio de Melhor Atriz no Festival de Cannes por Linha de Passe no domingo, disse, nesta segunda-feira no programa de Ana Maria Braga, que sua vida mudou muito de "ontem para hoje".
O último IDEB de 2.007 aponta que a educação melhorou em todo o País.
Brasil é auto suficiente na produção de petróleo
Brasil pode ser um grande exportador de petróleo com as reservas descobertas em Santos.
Brasil é citado como exemplo para o mundo na área de energia.
O Brasil é mencionado extensamente no estudo como um exemplo, em especial na área de energia, devido à opção pelo etanol e o biodiesel. O Worldwatch Institute diz que o uso desses combustíveis não se tem expandido como devia porque eles têm sofrido altas tarifas de importação. O documento cita, em tom positivo, o fato de o Brasil estar se preparando para exportações em larga escala. E lembra uma frase que o ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, disse em junho passado ao primeiro-ministro do Japão, Junichiro Koizumi: “Não queremos vender litros de etanol: queremos vender rios de etanol”.
CAI MORTALIDADE INFANTIL NO BRASIL
Segundo relatório " Situação da infância no mundo"divulgado pelo fundo das nações Unidas, o, Brasil caiu 27 posições no ranking dos países com maior taxa de mortalidade. Em 1.990 morria 57 crianças para cada 1.000 nascidos vivos. Em 2.006 o n? caiu para 20 mortos em cada 1.000 nascidos vivos.
Esses são pequenos exemplos, há muitos outros , mas o espaço aqui é pequeno. Se procurarmos vamos encontrar. Somos um povo abençoado, apesar da ´péssima distribuição de renda, uma das piores do mundo, ainda temos exemplos para dar. E com certeza chegará o dia em que nosso povo terá melhores condições de vida e esses exemplos irão se multiplicar ainda mais. Vale a pena acreditar.

EDUCAÇÃO -ÍNDICES MELHORAM.

Ensino básico público no País supera meta
Cruzeiro On Line

A educação básica pública brasileira superou em 2007 as metas de qualidade determinadas pelo governo federal para 2009. É o que revelam os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), que será divulgado hoje pelo Ministério da Educação (MEC). O Ideb foi criado no ano passado pelo governo e leva em conta as taxas de aprovação, abandono escolar e o desempenho em duas avaliações nacionais feitas em 2007, o Saeb e a Prova Brasil.
Segundo dados aos quais o Estado teve acesso, a nova média brasileira de 1ª a 4ª série é 4,2. O Ideb vai de 0 a 10. No ano passado foram divulgados os índices com relação às avaliações de 2005 e a média era de 3,8 (crescimento de 10,5%). No entanto, a meta que tinha sido traçada para que o País alcançasse em 2007 era de 3,9. Chegou, inclusive, ao objetivo para 2009, que era 4 2.
Segundo informações do MEC, o Nordeste foi a região que mais contribuiu para o aumento da nota do País. As médias dos nordestinos superaram as metas de 2007 e de 2009. Minas Gerais foi o único Estado que não atingiu a meta de 2007 entre 1ª e 4ª série. No nível de 5ª a 8ª, apenas Amapá e Pará não o fizeram.
O Ideb obtido por alunos de 5ª a 8ª série no Brasil foi de 3,8, o que representa aumento de 8,57%. Nesse nível de ensino, a meta para 2007 já tinha sido atingida (3,5), mas agora passou também o índice previsto para 2009, que era de 3,7. O ensino médio teve a média mais baixa, de 3,5, mesmo assim igualou a meta de 2009. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.(AE)

quarta-feira, 11 de junho de 2008


'De tudo ficaram três coisas: a certeza de que estamos sempre começando, a certeza de que é preciso continuar e a certeza de que seremos interrompidos antes de terminar. Portanto devemos: fazer da interrupção um caminho novo, da queda um passo novo de dança, do medo, uma escada, do sonho uma ponte, da procura, um encontro'.

Estes versos do poeta Fernando Pessoa nos conduzem a uma nova percepção: Precisamos continuar, mesmo sabendo que talvez não conseguiremos terminar, que os percalços no caminho existirão, que muitas vezes nossas tentativas serão frustradas.

Mas é preciso continuar, reconstruir, retomar de onde alguém parou , persistir no sonho.

Precisamos de construtores de sonhos, pessoas que com suas vidas e ideias produzam a cada dia novos ideais. Depende de cada um de nós. Não importa onde você está , se parou no meio do caminho. Retome de onde parou, renove suas forças e continue seu projeto.

segunda-feira, 9 de junho de 2008

APRECIAR A VIDA.


Muitas pessoas passam pela vida, sem enxergar os seus encantos. Conseguem apenas ver o óbvio, o que todos vêem. Com isso perde-se e magia que Deus reservou a todos nós.

É preciso desenvolver a sensibilidade , é preciso olhar com o coração, sentir com a alma, experimentar com todos os sentidos, sorver a vida de "canudinho" lentamente sentindo cada sabor como único.

É tão maravilhoso observar uma flor , é tão linda, seu perfume inebriante.... E aquele momento mágico do seu desabrochar, onde cada pétala se estica e se prolonga em direção ao sol? E os raios de sol que brincam pelos vales, montes, pela vida afora suavizando a paisagem , dando brilho e colorido a vida.... As gotas da chuva que se precipitam das alturas, numa queda alucinante e triunfal, num eterno ir e vir sempre ela , a mesma água dos tempos primordiais.... E a semente que lançada no solo, se desfaz, perece, mas a vida nasce da morte, . Misteriosamente da morte da semente nasce uma nova vida, mais forte, mais viva, mais rica, mais bela, mais farta. E o nascer de uma criança, sua gestação, seu desenvolvimento passo a passo no útero materno. Sua viagem , sua grande aventura pelo túnel estreito e escuro que dará acesso a um novo mundo. Quantas maravilhas , quantas coisas inexplicáveis.

Viver é um grande desafio, mas é inegável dizer que a vida também é um grande espetáculo.

domingo, 8 de junho de 2008

EPIDEMIA

No Brasil, cinco milhões são portadores do HCV, vírus da hepatite C. O índice é oito vezes superior do que o da Aids

Uma epidemia silenciosa assola o Brasil e já atinge quase cinco milhões de pessoas no país. O número de pessoas infectadas supera em oito vezes a contaminação pelo HIV, vírus causador da Aids, que hoje chega a 600 mil. Estamos falando da hepatite C (HCV). A Organização Mundial de Saúde (OMS) calcula que aproximadamente 177 milhões de pessoas no mundo estejam cronicamente infectadas, o que corresponde a 3% da população mundial.

Entre as hepatites conhecidas, a do tipo C é a que mais pode resultar em casos crônicos - em 85% dos casos, contra cerca de 15 a 20% na do tipo B, que em geral é combatida pelo próprio sistema de defesa do organismo. Isso significa que, num prazo de até 20 anos, essas pessoas estão sujeitas ao surgimento de uma cirrose ou de câncer de fígado, o que pode resultar no transplante do órgão como única opção de tratamento. Ao contrário do que ocorre com as hepatites A e B, não existe vacina para a do tipo C.

Hepatite C é o nome por que se conhece a doença hepática crônica causada por infecção pelo vírus HCV. A maioria das contaminações está associada a uso de drogas injetáveis (38%), transfusão sangüínea (40%) e relações sexuais (5%). O HCV ameaça ainda os profissionais de saúde. A possibilidade de um médico ou enfermeiro contrair a doença após ser exposto a ela em serviço é cerca de oito vezes superior ao risco de contrair HIV na mesma situação.

Manicure, piercing e dentista são práticas comuns que oferecem o risco da contaminação

Práticas comuns, como freqüentar a manicure, colocar um piercing ou ir ao dentista devem receber maior atenção, recomenda o Ministério da Saúde. O vírus da Hepatite C é resistente: qualquer contato com o sangue de uma pessoa infectada pode transmitir a doença. O presidente do Grupo Esperança, Ong que ampara portadores da doença, Jeová Pessin, considera o HCV um vírus “democrático”, por atingir qualquer pessoa, independentemente da condição socioeconômica.

A doença pode demorar até 20 anos para manifestar sintomas. Por isso, estima-se que cerca de 40% dos portadores de HCV não saibam da sua condição sorológica. Quanto mais cedo acontece o diagnóstico, melhor o tratamento. Para Pessian, o que falta é informação sobre a doença. "Campanhas de prevenção e incentivo ao teste de detecção (anti-HCV) são fundamentais para evitar o avanço da doença”, diz. “Toda a luta é para que não cheguemos à necessidade de transplante de fígado”, completou, em alusão ao tratamento recomendado para os casos mais graves.

A falta de informação, aliada ao difícil tratamento, gera pânico nas pessoas que recebem o diagnóstico positivo. Logo que o paciente fica informado da doença, precisa fazer um exame de biologia molecular, chamado de PCR. Esse exame tem um custo médio, em São Paulo, de R$ 800. Desde janeiro deste ano, o Sistema Único de Saúde (SUS) fornece gratuitamente o PCR, mas Pessian alerta que ainda são poucos os lugares que oferecem acesso ao serviço.

Outro problema enfrentado pelo paciente da hepatite C é o alto custo dos medicamentos, que também são distribuídos pelo SUS com precariedade. O tratamento, que dura 12 meses, não sai por menos de R$ 1 mil por semana. São dois tipos de medicação usados no Brasil: o Interferon e a Ribavirina, ambos com apenas 30% de potencial de cura.

quarta-feira, 4 de junho de 2008

É POSSÍVEL MUDAR.



Notícia publicada na edição de 29/05/2008 do Jornal Cruzeiro do Sul, na página 3 do caderno A - o conteúdo da edição impressa na internet é atualizado diariamente após as 12h.


O comum, o corriqueiro, não é noticiado. Se os crimes estão na TV, nos jornais e nos portais da internet, é porque não são a regra, e sim a exceção
A crença de que as pessoas podem mudar - e de que se pode mudar as pessoas, levando-as a transformações positivas através de estímulos, vivências, conhecimento e reflexão - não tem muitos adeptos no Brasil, pelo menos quando o assunto é criminalidade e recuperação de infratores.
Pesquisa realizada em 2002 pelo Instituto Datafolha mostrou que 51% dos brasileiros defendem a pena de morte e 72%, a prisão perpétua (castigos proibidos pela Constituição Federal, juntamente com os trabalhos forçados e o exílio).
Mais recentemente, em 2007, outra consulta, levada a efeito pelo DataSenado, mostrou que, para 87% dos entrevistados, os adolescentes infratores que não atingiram ainda a maioridade legal devem sofrer as mesmas punições impostas aos adultos.
A maior parte destes (36%) afirmou acreditar que a imputabilidade deveria começar aos 16 anos, mas houve quem defendesse que a idade ideal para aplicação de penas seria 12 anos (21%) ou, mesmo, a "qualquer idade" (14%). O que equivale a dizer que um em cada três brasileiros acha que crianças de 12 anos ou até menores poderiam ser jogadas na prisão.
Não é preciso ser um cientista social para perceber que essas pesquisas refletem o medo de cada pessoa, conservado em estado de ebulição permanente pelos fatos reais que compõem o dia-a-dia das grandes cidades e potencializado pela exploração exagerada do noticiário policial, em muitos órgãos de imprensa.
Ao manter um foco permanente sobre os crimes bárbaros e as crueldades, a imprensa colabora para reforçar a idéia de que essas ocorrências se tornaram comuns, o que não é verdade. O comum, o corriqueiro, não é noticiado. Se os crimes estão na TV, nos jornais e nos portais da internet (que, na falta de grandes tragédias em território nacional, recorrem às mazelas de rincões perdidos em outros continentes), é porque não são a regra, e sim a exceção.
Infelizmente, essa percepção exacerbada dos fatos distorce também a visão que se tem da estrutura legal e institucional voltada para a recuperação do adolescente infrator, que aparece no noticiário quando foge da Febem (agora Casa), mas quase nunca quando sai pela porta da frente, de cabeça erguida e recuperado. Não que essa estrutura seja perfeita (em muitos aspectos, o Estatuto da Criança e do Adolescente sequer saiu do papel, 18 anos após entrar em vigor), mas ela, apesar de deficiências profundas, produz bons resultados. Um exemplo feliz, porém não único, pôde ser conhecido pelos leitores deste jornal em sua edição de ontem, com a história do rapaz M.L.M., ex-viciado e infrator, que acaba de passar no vestibular.
Do relato, reproduzido com sensibilidade pelo repórter Leandro Nogueira, sobressaem muitas conclusões, mas talvez a principal delas seja a de que as pessoas podem, sim, mudar para melhor, habilitando-se a ocupar um novo espaço na sociedade, na família e na vida, quando tratadas com dignidade e despertadas para sua própria importância enquanto seres humanos e cidadãos.
Para M., essa consciência chegou com os estudos e a descoberta de uma existência espiritual, que as drogas e o materialismo não lhe permitiam perceber.
Sua fala é o testemunho de alguém que renasceu. E, para que chegasse a essa vida nova, percorrendo um tortuoso caminho interior, bastou que saísse das ruas (situação paradoxal, em que a privação de liberdade acabou sendo uma tábua de salvação) e fosse colocado dentro de uma sala de aula. Lá, entre livros e cadernos, reinventou a si mesmo e ao próprio destino.
Contra toda uma maré de medo e desesperança, histórias como a desse rapaz provam que vale a pena investir na formação do ser humano, com fé verdadeira em sua capacidade de absorver novos valores e de se transformar.

terça-feira, 3 de junho de 2008

A FORÇA DO GUERREIRO.


O guerreiro da luz, às vezes, comporta-se como a água, e flui por entre os obstáculos que encontra.
Em certos momentos, resistir significa ser destruído; então, ele adapta-se às circunstâncias. Aceita, sem reclamar, que as pedras do caminho tracem o seu rumo através das montanhas.
Nisso reside a força da água: ela jamais pode ser quebrada por um martelo, ou ferida por uma faca. A mais poderosa espada do mundo é incapaz de deixar uma cicatriz em sua superfície.
A água de um rio adapta-se ao caminho que é possível, sem esquecer o seu objetivo: o mar. Frágil na sua nascente, aos poucos vai ganhando a força dos outros rios que encontra.
E, a partir de determinado momento, seu poder é total.

SERÁ QUE ELA É NOSSA?



DESMATAMENTO NA AMAZÔNIA
Com maior visibilidade devido à presença de menos nuvens no céu, sistema Deter, do Inpe, identificou que 70% da degradação, em abril, estava no Mato Grosso (Inpe)
Notícias Amazônia teve 1.123 km² de desmatamento em um mês
03/06/2008 Agência FAPESP – Foram 1.123 km², praticamente a área do município do Rio de Janeiro (1.182 km²) ou cinco vezes a do Recife (218 km²) – e tudo isso em apenas um mês.
Esse foi o desmatamento observado na Floresta Amazônica em abril, segundo dados do sistema Deter (Detecção do Desmatamento em Tempo Real), apresentados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) na segunda-feira (2/6).
Do total da área em que se verificou corte raso ou degradação progressiva, 794 km², ou 70,7%, estavam no Mato Grosso. Roraima aparece em seguida na relação dos estados da Amazônia Legal com mais desmatamento, com 284,8 km².
Segundo o Inpe, o sistema havia registrado 112 km² de desmatamento no Mato Grosso em março, mas em período em que 78% da Amazônia estava coberta de nuvens, sendo que 69% do estado não pôde ser observado pelos satélites – a cobertura de nuvens costuma variar muito de um mês para outro, assim como a localização das áreas encobertas.
Do total verificado pelo Deter em abril, 53% da Amazônia esteve sob nuvens, mas apenas 14% do Mato Grosso ficou encoberto. Isso indica que a oportunidade de observação no estado aumentou muito de março para abril.
De agosto de 2007 a abril deste ano, o sistema identificou 5.850 km² de área desflorestada. Entre agosto de 2006 e julho de 2007, um intervalo de tempo maior, foram 4.974 km².
Em operação desde 2004, o Deter foi concebido como um sistema de alerta para suporte à fiscalização e ao controle de desmatamento. São mapeadas tanto áreas de corte raso como áreas em processo de desmatamento por degradação florestal.
De acordo com o Inpe, é possível detectar apenas polígonos de desmatamento com área maior que 25 hectares por conta da resolução dos sensores espaciais (o Deter utiliza dados do sensor Modis do satélite Terra/Aqua e do sensor WFI do satélite CBERS, com resolução espacial de 250 metros). Devido à cobertura de nuvens, nem todos os desmatamentos maiores que 25 hectares são identificados pelo sistema.
Mais informações: http://www.inpe.br/

ELA É LINDA!!!!


É impossível deixar de se impressionar com a beleza de nosso Planeta.Infelizmente apesar disso, continuamos o destruindo e tornando invíavel a vida de gerações futuras. Muitas pessoas vivem como se tudo isso que temos hoje nunca se esgotará, como se o que temos hoje sempre existiu e continuará existindo. Terrível engano. Temos ouvido insistentemente alguns cientistas nos dizerem que a Terra é um organismo vivo, como uma Grande mãe , que nutre e cuida de seus filhos, mas que também "sente" e fica doente. E a Terra está doente , fruto de milhares de anos de intenso "progresso" industrial e tecnológico.

Espero sinceramente que ainda haja tempo para reverter esse quadro sombrio que se mostra no horizonte. Para o nosso bem e o bem de nossos filhos e gerações futuras.

segunda-feira, 2 de junho de 2008

INDIANA JONES E O REINO DA CAVEIRA DE CRISTAL - CONFIRA!!!




Em 1957, Indiana Jones (Harrison Ford) não é mais o aventureiro jovem de antes. Mesmo com a idade já avançada, ele continua suas explorações, sempre tentando levar para o lado prático a sua profissão de arqueólogo. Quando está em um trabalho de campo no México, ele e seu amigo Mac são raptados por um grupo de russos liderados pela poderosa Irina Spalko (Cate Blanchett) e são levados para um dos lugares mais protegidos do mundo: a Área 51. Lá, a cientista procura um meio de conseguir dominar o planeta.Depois de um pequeno incidente com uma bomba atômica, Jones está livre, mas recebe a visita de um jovem motoqueiro que insiste em pedir sua ajuda. Mutt (Shia LaBeouf) diz que o professor Oxley (John Hurt), velho amigo de Indy, está em perigo por ter localizado a lendária Caveira de Cristal. O artefato mítico é capaz de dar a quem o possui um conhecimento sobre-humano. O explorador, então, desiste de seus planos imediatos e parte em uma missão na América Latina para tentar salvar a vida do professor.Por uma trágica coincidência, o grupo que persegue Oxley é o mesmo do qual o herói acaba de fugir. Irina sabe o poder que a caveira possui e quer levá-la a qualquer preço para um reino perdido, onde os efeitos de seus poderes são liberados. No meio da Amazônia, junto a cobras, formigas gigantes e povos hostis, o grupo liderado pelo arqueólogo, e que conta com Mutt, Oxley, Mac, e a inesperada presença de Marion, precisa se livrar dos comunistas e devolver o misterioso artefato a quem é o dono de direito.Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal é o quarto filme da série, realizado 19 anos após o último, Indiana Jones e a Última Cruzada. Com esta passagem de tempo, os inimigos do herói não podiam mais ser os nazistas, por isso foi decidido que seriam os russos, já que no período os EUA estavam no auge da Guerra Fria. Steven Spielberg afirmou que só voltou à série porque, de todos os seus filmes, este e E.T., o Extraterrestre eram os únicos que o público sempre pediu por continuações. O filme é produzido por George Lucas, que criou a história em que se baseia o roteiro.