segunda-feira, 4 de agosto de 2008

DICAS PARA EVITAR RUGAS


Essa é a parte difícil. Quando cremes antienvelhecimento de R$ 150 prometem levantar rostos pelancudos em minutos e alguns protetores solares alegam proteger durante todo o dia, a verdade pode assustar. Mas os dermatologistas dizem que há maneiras simples e baratas de protelar o envelhecimento prematuro; suas acompanhantes, as rugas e a perda de colágeno. Alguns dos conselhos a seguir são os resultados de pesquisas independentes e outros, de dermatologistas licenciados.
7. Conselho simples
Simplificar é sempre melhor, de acordo com o Dr. Jeffrey S. Dover, professor de dermatologia da
Universidade de Yale, nos EUA. Ele aconselha que os pacientes “limpem, cuidem e previnam” diariamente. Esfregue seu rosto com o sabão ou gel de preferência, se entupa de protetor solar todas as manhãs para evitar danos pelo sol. Teste de rugas pode impedir venda de cigarros
6. Efeito antienvelhecimento
Reverta os sinais do foto-envelhecimento ao aplicar um
retinóide (prescrito) todas as noites como Renova ou Retin-A, que agora estão disponíveis genericamente como ácido retinóico. “Os retinóides levam meses para fazer efeito”, disse o Dr. Jeffrey.
Aplicações tópicas diligentes de retinóides mostraram estimular novo colágeno a aparecer, clarear pontos escuros e equilibrar outros detalhes, disse o Dr. Bruce Katz, professor de dermatologia da Mount Sinai School of Medicine. “Não faz uma grande diferença, mas faz alguma coisa.”
Apesar do fato de haver sido comprovado, por mais de uma década, que ácidos alfa-hidroxi (como o ácido glicólico)
em forma tópica podem aumentar a espessura da pele e melhorar as rugas e danos do sol na pele, a maioria dos consumidores, procurando cremes antienvelhecimento nas prateleiras, o desconhecem


Um problema potencial deste tipo de ácido é que ele pode afinar a pele tornando-a mais sensível a queimaduras solares, mas nem tanto quanto o Retin-A, ele disse. Portanto ele sugere que qualquer pessoa, que use um destes produtos, utilize protetor solar durante o dia.

5. Esfrie a cuca
Estresse também pode tornar a sua pele mais susceptível ao sol. Camundongos expostos ao sol que haviam sido estressados pelo cheiro de um predador desenvolveram câncer na 8ª semana, comparado à 21ª semana, naqueles que não estavam em estressados. “Não é possível afirmar que o mesmo ocorre com humanos, mas é bem sugestivo. Se você sofrer de estresse crônico e estiver exposto a um carcinogênico como a luz ultravioleta, você está mais susceptível”, disse o Dr. Francisco Tausk, professor de dermatologia e psicologia na
Universidade de Rochester. Os camundongos são bons análogos da fisiologia humana.
4. Proteja-se sem se melecar
Não é necessário mais emplastar o rosto com óxido de zinco, apenas proteja-se contra raios UVB curtos e os UVA mais longos, disse a Dra. Amy Derick, dermatologista. Protetores solares de largo espectro com compostos como o Mexoryl SX, são muito menos visíveis na pele. Ela também recomenda os protetores solares da
Neutrogena com Helioplex, que não fazem com que seus usuários sintam que estão “usando uma máscara”.
3. Varrendo as impurezas
Diversos estudos mostraram que os antioxidantes podem proteger a pele da luz solar, varrendo os radicais livres, disse a Dra. Amy. Os “antioxidantes se ligam aos radicais livres gerados pela luz ultravioleta e basicamente os neutraliza”. Ela recomenda aplicar as vitaminas C e E em forma de soro.
‘Pó mágico’ ajuda homem a crescer ‘novo dedo’
2. Áreas esquecidas
E finalmente, não negligencie o couro cabeludo. Um estudo, feito pela Universidade da Carolina do Sul de 51.704 casos em todo o EUA, mostrou que melanoma no pescoço e couro cabeludo é fatal em 14% dos casos, uma taxa desproporcionalmente mais alta do que os 6% das pessoas que desenvolvem melanoma nas extremidades, “onde elas teriam mais chances de notar uma nova lesão” ou alterações na pele.
Portanto os dermatologistas deveriam inspecionais estas áreas por melanomas, e os ratos de praia deveriam utilizar
chapéus de abas largas.
1. Importante
Manter a pele jovem é um trabalho contínuo. Os conselhos dados pelos especialistas devem ser seguidos diariamente, pois nada vai fazer o relógio biológico da sua pele voltar no tempo, apesar das alegações de produtos “milagrosos” das grandes indústrias.

Fonte Hypercience
Postar um comentário