sexta-feira, 25 de setembro de 2009

O GENE EGOISTA


Me agrada essa teoria do gene egoista de Dawkins. Quando a gente convive com as pessoas, até mesmo aquelas que se dizem "religiosas"tem atitudes que apesar de aparentemente parecer caridosa, traz sempre um 'Desejo de obter alguma vantagem" Abaixo uma sinopse do tema.

O Gene Egoísta é o livro em que Richard Dawkins apresenta uma teoria evolucionária que procura explicar a evolução das espécies na perspectiva dos genes e não na do indivíduo (geralmente, exacerbado em falsa importância pelo meio social economicista) ou da espécie (geralmente, exacerbada em falsa relevancia por meios sociais utópicos). Segundo a Teoria do gene egoísta, o gene é a unidade fundamental da evolução. Esta ideia põe cobro a algumas confusões que se criaram com o objectivo de explicar determinadas características físicas ou comportamentais dos seres vivos. Olhando-se para a evolução do ponto de vista do gene, é possível explicar mesmo fenómenos de selecção de grupo. Este livro também é notável por (re)introduzir o conceito de Meme.

Portal A Wikipédia possui o
Portal de Sociobiologia

O Conceito de máquina de sobrevivência abordado no livro, no entanto, não é originalmente de Dawkins, tendo base nos trabalhos pioneiros de G. Willians e Maynard Smith. O crédito é dado no próprio livro quando Dawkins deixa bem claro que a ideia original não é dele e que já existia e que só faltava cunhar-se o termo. A teoria de que o gene é mais importante do que o indivíduo que o transmite obriga a reavaliar os conceitos filosóficos, principalmente religiosos, que elegem o indivíduo como objetivo final da criação. O indivíduo seria, apenas, a "máquina de sobrevivência" dos genes.

Fonte Wikipédia

Postar um comentário