segunda-feira, 8 de março de 2010

A CORAGEM DE CRIAR.


Já observou como a maioria de nós tem uma facilidade muito grande em copiar, usar o que está mais próximo de nós sem se preocupar em melhorar ou criar algo novo. Parece algo que está dentro de nossa mente, que nos torna até mesmo obtusos e previsíveis.

Lutar contra isso significa se indispor com dezenas de anos de condicionamentos, seja através da educação que tivemos de nossos pais, na escola e na sociedade em que vivemos.

Eu particularmente tenho uma dificuldade muito grande em criar em explorar outros caminhos. Sou muito previsível e isso me angustia bastante.

Como seres humanos admiro a espécie, mas não me conformo ao me ver, ao observar meus pensamentos e movimentos a mesmice que existe dentro de mim. Leio vários livros, tento ler artigos interessantes que possam influenciar em uma nova percepção da vida, mas sinto que há uma massa bruta dentro de mim que insiste em se perpetuar.

Rollo May psicanalista famoso tem um livro chamado A Coragem de criar. Sua tese principal é de que todos nós seres humanos somos criadores e capazes de ser mais do que somos . Mas o que nos inibe é essa sociedade, é essa cultura marcada pelo determinismo. É preciso coragem, coragem para ir além dos seus próprios limites e príncipios, romper paradigmas pessoais, encarar o mundo de frente e com vontade. Não há fórmulas. Cada um deve tomar em suas mãos o seu destino e colaborar para um mundo melhor, mais justo e criativo
Postar um comentário