domingo, 16 de maio de 2010

VIDA ABUNDANTE


A vida (do latim vita)[1] é um conceito muito amplo e admite diversas definições. Pode-se referir ao processo em curso do qual os seres vivos são uma parte; ao espaço de tempo entre a concepção e a morte de um organismo[2]; a condição duma entidade que nasceu e ainda não morreu; e aquilo que faz com que um ser vivo esteja vivo. Metafisicamente, a vida é um processo constante de relacionamentos. (definição da Web)

Fico meditando sobre o sentido do que seria vida e como teriamos uma vida abundante. Talvez muitos imaginem vida abundante , como o próprio nome sugere, abundância, prosperidade em dinheiro, relacionamentos, saúde, paz de espírito e tantos outros conceitos do nosso viver.

Isso me parece próprio, mas um tanto que superficial. Porque tudo que Cristo nos disse em suas palavras sempre nos remete a um sentido mais profundo.

Pode ser que essa vida abundante esteja intimamente relacionada com os conceitos e valores que as pessoas tem. Talvez para alguém que valorize muito o dinheiro vida abundante signifique ser rico, para outros que valorizam os sentimentos as pessoas, pode significar muitos relacionamentos sadios,enfim cada um tem seu ponto de vista.

No meu entender vida abundante significa desenvolver o máximo do potencial humano, seus sentimentos, sua intuição, sua sociabilidade, sua espiritualidade, enfim ser uma pessoa plena, além é claro de ter saúde, prosperidade, paz de espírito.

"A vida é o oceano

A tristeza e a felicidade são os ventos

Os pensamentos são as pontas das montanhas, que se erguem como ilhas

A vida de uma pessoa é o seu veleiro.
Uma pessoa em harmonia


É aquela que sabe usar os ventos

como força para se impulsionar,usar as ilhas para o seu

descanso na sua jornada,apreciar o balanço das ondas,

como elas devem ser,E ao final da jornada,abrir um sorriso e dizer:

a viagem valeu!
Uma pessoa em desarmonia


É aquela que sempre transforma os ventos numa tempestade,

Que ignora as ilhas, e as vêem como obstáculos as suas jornadas,

Que acha que as ondas só podem estar no topo,

Que no fim da jornada apenas conta quantas vezes as ondas

desceram e quantas vezes o barco virou. "
Chao Lung Wen





Postar um comentário