sábado, 26 de junho de 2010

NOVOS TEMPOS


Talvez o grande desafio do profissional de educação nos dias atuais seja a questão da indisciplina.Professores saem da sala de aula todos os dias extenuados, porque perdem um grande tempo da aula procurando manter a ordem

Muitos defendem a volta dos tempos antigos, do autoritarismo e até mesmo da coação para manter o ritmo das aulas.

Mas na verdade estamos vivendo um novo tempo, onde o aluno passou por profundas modificações em seu ser, onde a sociedade evoluiu e as respostas que precisamos para hoje não podem mais ser buscadas no passado.

Aliás esse não é um fenômeno ocorrido apenas na escola.

Na família houve uma revolução. O pai antes o centro , o núcleo familiar passa agora a ser um parceiro de mãe e filhos na direção de seu lar.

No ambiente de trabalho não se adapta mais aquele funcionário que aperta botões, que é obediente , que é dedicado. Além dessas caracteristicas é preciso ser criativo, dinâmico, eficaz.

Nas igrejas também temos vistos membros que não são mais como ovelhinhas apenas ouvindo, mas querendo também participar, trabalhar, ver a obra crescer e fazer parte dessa história.

O ser humano mudou, evoluiu para melhor penso eu.

Mas as instituições como escola ,família empresas,igrejas muitas vezes não conseguiram acompanhar esse desenvolvimento da sociedade como um todo e isso gera um certo descompasso.

No caso particular aqui citado, a escola, esse descompasso parece ainda maior.

É preciso que os profissionais da educação se recomponham, invistam na aquisição das teorias pedagógicas e psicológicas atuais a fim de compreender que esse processo de evolução do ser humano, embora pareça trazer um certo ambiente caótico,é de fato um sinalizador de novos tempos.

Não é questão de aceitar a indisciplina, mas de procurar compreênde-la percebendo que suas causas além dessa mudança de postura do aluno tem a ver com a postura do profissional da educação também.

Postar um comentário