terça-feira, 5 de junho de 2012

CÉLULAS QUE PENSAM!!!


As culturas antigas tinham a crença que sentimentos e pensamentos não estavam na cabeça, mas em órgãos como coração, cérebro e fígado. Vou mais além, dizendo que os antigos pensavam que o corpo era inteligente.
Sim , porque na verdade a ciência a alguns séculos instituiu que o cérebro é o ponto de alta performance do organismo, local onde realmente se aloja a inteligência. Sabemos pela ciência que tudo que acontece no corpo a cada segundo é mapeado pelo cérebro, que produz a cada instante mapas corporais do organismo inteiro e que responde de acordo com os dados recebidos pelos sentidos e informações químicas enviadas pelas células do corpo.
Mas fico imaginando... Porque seria o cérebro o único a pensar e a sentir.... Não teria ele como companheiro as 100 trilhões de células humanas de nosso corpo?
Acredito,  apesar de a ciência não ter comprovação total, (muito embora pesquisas sugiram que células como as imunológicas e digestivas detenham certa inteligência na sua atuação), que as células de nosso organismo pensam e sentem, são células inteligentes.
É claro que não é uma inteligência a nível das células cerebrais, mas uma inteligencia mais intuitiva que promove uma comunicação total entre as 100 trilhões de células do organismo.
É fato provado na nossa vida de que quando nos sentimos bem, estamos vivendo momentos positivos, todo nosso corpo funciona bem, se sente forte .
Mas é só passarmos por uma situação de stress ou algo parecido, sentimos uma reação imediata do corpo. Perdemos o sono , o apetite, muitas vezes somos infectados pela gripe ou outra doença.
Ou quando recebemos uma notícia não muito agradável, sentimos um aperto no estômago ou no coração.....
Na verdade a idéia da sociedade é hierarquizar tudo, por motivos políticos e econômicos. Assim como existe a necessidade de um líder que comande as massas passivas, assim é necessário um cérebro para comandar as trilhares de células passivas do nosso organismo. Isso é uma visão política do organismo.
O cérebro pode de fato ser um líder do corpo, mas ele não está sozinho.
Postar um comentário