sábado, 22 de março de 2014

PENSE FORA DA CAIXA!!!

 
 
Pavlov foi um cientista russo responsável por um experimento que ficou famoso na história. Separou alguns cães em determinado ambiente e colocou alimento em alguns recipientes. Toda vez que apertava um sinal, apresentava o alimento, até os cães associarem o barulho a apresentação da comida. Pouco depois, apenas apertava a sirene... O que acontecia? os cães salivavam. Independente de haver comida ou não, a sirene condicionou os cães e mesmo sem o alimento. ao ouvir a sirene eles salivavam.
É claro que os experimentos científicos serviram aos donos do poder , as pessoas que mandam em nosso Planeta. Usando dessas técnicas elas também nos condicionaram a pensar sempre da mesma maneira, mesmo que a realidade(alimento) não seja realmente a que vemos.A sirene( mídia, fala persuasiva, imagens)
nos fazem agir da maneira que eles querem!!! Talvez você possa argumentar: Não somos cães. Realmente. mas nosso DNA é praticamente idêntico a todos os animais e  os remédios e experimentos em geral são testados neles exatamente por essa semelhança. É claro que há variações!
Hoje aconteceu algo interessante, que reflete mais ou menos o exposto acima , e o pensar dentro da caixa.
Minha caixa ´d'água apresentou uma fissura interna e começou a vazar. Tenho uma escada de alumínio, mas por alguns degraus ela não alcança o alçapão que dá acesso ao forro . Resolvi emprestar uma escada do vizinho, mas ela era pesada , de madeira. Moro num sobrado. Tive muita dificuldade em subi-la pelo sobrado e  a colocar no quarto. Mas consegui. Isso feito, fiz os reparos necessários e fui retirar a escada..... Não saia... Não havia espaço para manobra. Minha esposa retrucou " Tudo que entra sai" um clássico provérbio do senso comum. Uniu-se a nós , eu e meu filho e tentamos todas as possibilidades, todos os ângulos e não saiu. Mito derrubado ' Nem tudo que entra sai"
Então veio-me a ideia... Bem, vamos tirá-la pela varanda, por cima do telhado. Peguei a escada de alumínio, fui ao portão ,  e com a ajuda de meu filho e esposa empurramos para a ponta do telhado a escada de madeira. Pedi o auxílio de um vizinho e conseguimos retirá-la.. Mas e se não houvesse varanda... qual a saída.... me veio a resposta... Amarraria uma corda a escada e a desceria pela janela ... e se não desse pela janela.. Teria que destelhar a laje e retirá-la por cima... Mas vejam... há sempre uma saída!!!
Então veio a reflexão: O condicionamento social, psicológico nos faz muitas vezes gastar energias,  suor,tempo, tentando resolver a situação sempre a partir do óbvio, do já tentado, do senso comum. Não nos abrimos a novas possibilidades , novos ângulos de perceber e resolver as situações.
Vivemos essa situação em todos os níveis em que atuamos. Na vida pessoal muitas vezes nos debatemos com crises existenciais, com problemas de relacionamentos com conflitos e os tentamos resolver sempre da mesma maneira, com as mesmas estratégias que aprendemos de nossos pais, amigos..... mas não funciona.... 
Na escola, no trabalho, na igreja, sempre  as mesmas coisas, trilhando os mesmos caminhos... e queremos que realmente algo mude????
Procure outros processos, busque outras ideias, tente mais, não importa quanto seja rejeitado, impedido, que os caminhos se fechem... continue abrindo novos caminhos, pensando fora da caixa.... Fuja desse condicionamento.... Procure outras respostas..... A vida é cheia de surpresas,  de cores, de nuances...... Vamos ..... Avante!!!
Postar um comentário