quinta-feira, 11 de julho de 2013

CONHECIMENTO NÃO DEFINE CARÁTER!!!


Hitler era formado em Artes, muito embora tenha sido reprovado como artista.Tinha  uma sólida formação, mas a que todo esse conhecimento levou?: A matança de 6 milhões de judeus e milhares de negros ciganos, homossexuais, comunistas e todos que eram contrários as suas ideias. Além disso, propagou o preconceito, o racismo, a intolerância.
Na mesma época Mussolini na Itália era formado professor primário. E o que essas letras lhe forneceram ao espírito? A história ensina que o Duce era um aliado de Hitler, propagador do fascismo, da intolerância, do racismo, do medo. Milhares também morreram, pois era aliado da Alemanha nazista na loucura de dominar o mundo.
Hernan Cortês era de família nobre, aos quatorze anos foi estudar Direito e latim, mas o que toda essa cultura que tinha, proporcionou de bom a humanidade...... Cortês dizimou os astecas, sua história seus  conhecimentos.
Com certeza existem  mais exemplos, mas penso que esses acima são suficientes para o argumento que quero defender nesse artigo : Conhecimento não define caráter, o fato de alguém ser PhD em qualquer disciplina não confere a ele os poderes suficientes para mudar a sociedade, o mundo.No máximo pode torná-lo uma referência.
Não estou defendendo, como alguns podem inferir, que o conhecimento não é importante, que  não vale a pena estudar.Estou dizendo que o conhecimento por si, não é suficiente para tornar alguém competente para, por exemplo governar um país. 
Um dos argumentos mais fortes em relação a Luiz Inácio Lula da Silva é que este tem pouco estudo, tem pouca cultura, o que obviamente pode ser relegado ao passado, visto que todos esses anos como presidente o tornaram uma pessoa  mais atualizada do que quando iniciou seus mandatos. Mas mesmo supondo e aceitando o argumento da falta de conhecimento, isso não é motivo para desmerecer as outras habilidades e competências do ex - presidente. Lula sabe se comunicar, tem competência , é líder,proativo ,sabe lidar com gente, tem facilidade de se adaptar as situações, tem prestígio e é respeitado lá fora.
Podemos criticá-lo em muitos aspectos , mas não há como negar-lhe essas qualidades.
Como professor de História posso afirmar que desde o início do período republicano até os últimos anos de Fernando Henrique Cardoso tivemos governos de direita e centro. Alguns presidentes , como FHC por exemplo tinham PhD , inteligentíssimos, mas pouco fizeram pelas populações de baixa renda do Brasil e também pelo País como um todo.
Precisamos de políticos com estudo sim, com gestão pública de preferência, mas que principalmente saibam lidar com pessoas, conheçam a realidade das ruas, não dos gabinetes com ar condicionado. Precisamos de políticos que honrem suas legendas e que não fiquem trocando de partidos conforme o sabor das mudanças políticas. Reformas precisam ser feitas, conhecimento é preciso, mas não é suficiente, o mais importante a meu ver é educar os corações, humanizar a política, educar o caráter!!!
Postar um comentário