quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

AARON SWARTZ



Penso que cada pessoa tem direito de expressar o que sente e pensa da maneira que escolher. Como dizia Voltaire " Posso não concordar com o que você diz, mas vou defender até o fim, o direito que você tem de fazê-lo"
Em uma visão espiritualista o suicídio nunca é a melhor solução. Talvez seja sim uma forma desesperada de tentar se livrar de uma situação angustiante, de algo que parece não haver saída. 
Mas penso que somente quem vive a situação, quem realmente está diante do grande desafio e sucumbe ao suicídio é que pode dizer um dia porque o fez. Não somos juízes.
AARON SWARTZ foi um gênio, um menino prodígio. Acima de tudo foi um ativista, um jovem que lutou de forma radical por uma Internet livre, pelo direito de todos ao conhecimento irrestrito.
Talvez tenha se excedido em muito que fez , mas o fez por um ideal. Com certeza quebrou muitas regras, ultrapassou os limites impostos pela lei e pela sociedade.
Mas sabemos muito bem quantos idealistas também viveram essa situação ao lutar contra um sistema opressor, que busca seus próprios interesses. 
Como todos nós estamos sujeitos as leis  com certeza AARON SWARTZ também. Mas parece que a lei foi severa demais com ele, julgando-o no mesmo nível de um assassino ou terrorista
Não nos iludamos. Lutar pela melhoria do mundo, por leis mais justas, pelos direitos das minorias com certeza fará de qualquer um um Inimigo do sistema. E o sistema não perdoa seus inimigos!!!!
Postar um comentário