domingo, 27 de janeiro de 2013

CADEIA NÃO RECUPERA NINGUÉM?



A origem do aprisionamento das pessoas, remonta ao antigo Egito alguns séculos antes de Cristo. As razões eram diversas, mas muitas vezes tinham a ver com rebeliões, mendicância entre outras.
Na Idade Média também não foi diferente. Principalmente durante os séculos XVI e XVII a Europa foi tomada pela pobreza. Milhares de pessoas viviam nas ruas, sem ter o que comer ao sabor do próprio destino. Mas as prisões eram lugares não específicos, não havia ainda um prédio destinado exclusivamente aos insurgentes , com o Direito Penal delineado. Era qualquer lugar que pudesse abrigar desocupados, mendigos  prostitutas e rebeldes. O objetivo era limpar a sociedade dos maus elementos e punir. E as punições aconteciam ao sabor da vontade dos governantes. Muitas vezes envolviam suplícios físicos, torturas, e outras atrocidades! Tudo era feito sem piedade!!!
A pena de prisão teve origem nos mosteiros da Idade Média., para corrigir aos monges e clérigos faltosos que deveriam se recolher para meditação e arrependimento de suas faltas.
Essa ideia inspirou a construção da primeira prisão destinada aos criminosos( www.eunanet.com.br) a House Of Correction construida em Londres entre 1550 e 1552!
Bem a história das penitenciárias continua e aos poucos vai se constituindo um Direito Penal àqueles que a abrigam. Esse é o famoso Direito dos presos, os direitos humanos como muitos dizem.
Bem podemos perceber que  a origem de penitenciária tem a ver com penitência, arrependimento sacrifício em prol de algo errado que se fez. Isso como podemos observar é uma visão religiosa!
Assim temos a gênese da cadeia baseada em princípios religiosos que na verdade na época eram muito fortes, principalmente na Idade Média, e que tinham uma visão do ser humano muito diferente do que a Psicologia, a Antropologia e a Filosofia nos dão na atualidade.
Não basta apenas acreditar que por estar preso alguém vai se arrepender do que fez! O ser humano é complexo e precisa ser analisado e tratado em suas inúmeras dimensões.
É preciso uma visão global de sua personalidade, pesquisas sobre o comportamento humano, as características psicológicas e possíveis intervenções. 
Cadeia como a vemos hoje não recupera ninguém. É como se diz constantemente " escola do crime"
Isso não quer dizer que pelo fato de não recuperar então devemos deixar os bandidos soltos , a espera que algo " fenomenal" aconteça e ele se regenere por si mesmo. 
É exatamente isso que vem acontecendo no Brasil da atualidade. Bandidos são postos na rua por desembargadores, juízes, sob a alegação que "cadeia não recupera" . E tem se aproveitado dessa grave distorção de raciocínio para matar, aterrorizar, destruir vidas e famílias.
Até quando seremos reféns desses indivíduos?  Até quando os juristas magistrados, políticos  especialistas em Direito e Educação vão permitir que menores continuem assassinando as pessoas de bem?
E você o que acha desse assunto? Deixe a sua opinião!!!


Postar um comentário